Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014
TODAS AS NOTÍCIAS
Geral

NÁUFRAGO DA VIDA REAL 01/02/2014 00h00

Via Extra

Mexicano fica mais de um ano à deriva em barco quebrado no mar

O barco do pescador foi parar em Ebon Atoll, nas Ilhas Marshall, no Oceano Pacífico, a mais de 12 mil quilômetros de distância do local onde havia quebrado

Descricao da Imagem

O mexicano ficou à deriva desde setembro de 2012 (Foto:Foto: HILARY HOSIA / AFP)

  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente

Parece história de filme: um homem voltou à civilização na última semana depois de passar mais de um ano à deriva em um barco quebrado no mar. Foram divulgadas hoje as primeiras imagens do mexicano Jose Salvador Albaniaga. Ele ficou bem parecido com o personagem de Tom Hanks no filme “Náufrago”, em que vive uma situação parecida. O barco do pescador foi parar em Ebon Atoll, nas Ilhas Marshall, no Oceano Pacífico, a mais de 12 mil quilômetros de distância do local onde havia quebrado.

O mexicano foi resgatado depois que conseguiu parar seu barco, de 24 pés de altura, nas Ilhas Marshall. Albaniaga explicou que ele deixou o México para ir a El Salvador em setembro de 2012. Segundo o jornal britânico Daily Mirror, ele disse que, para sobreviver, precisou beber sangue de tartarugas, comer peixes e pássaros que pousavam em seu barco e até beber a própria urina.

Desorientado

“Eu não consigo lembrar muito da minha jornada. Tudo se tornou um só pensamento: o mar, o mar”, disse à publicação. “Eu estou vivo, e isso é tão bom. Agradeço a Deus e agradeço aos pássaros que peguei para comer. Eu peguei peixes e, algumas vezes, bebi minha própria urina para repor líquidos” contou. Ainda não foi possível identificar a idade do mexicano porque ele está desorientado. Ele não consegue apontar a cidade onde sua família vive e, inicialmente, havia dito que se chamava Jose Ivan.

Albaniaga estava acompanhado de outro pescador, que tinha entre 15 e 18 anos, quando a embarcação quebrou no dia 21 de dezembro de 2012, segundo o jornal britânico Daily Mail. O rapaz morreu cerca de quatro semanas após o problema no barco porque não conseguia se alimentar da comida crua. O pescador sobreviveu com apenas uma faca e um pequeno cobertor para se proteger do sol. “Eu sobrevivi porque eu rezei. Eu rezei o tempo todo. Eu agradeço a Deus por estar aqui”, disse ao jornal.

O chefe do departamento de imigração das Ilhas Marshall, Damien Jacklick, tenta localizar a família do pescador: “Com a ajuda do embaixador dos Estados Unidos, conseguimos obter informações de familiares em El Salvador e nos Estados Unidos. Esperamos que esas informações nos ajudem a localizar sua família". Jose é casado e tem uma filha.

 


COMENTE ESTA NOTÍCIA

Para comentar é necessário estar logado.
Clique aqui para fazer login

Ao enviar seu recado você concorda com os Termos de Uso deste espaço.

  • Mimos
  • Casa da Sogra
  • Rondon Placas
  • Café com Pão
  • Unixerox
  • Sejetel
  • Princesa auto princesa
  • Hanauer
  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente
  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente