POLICIAL

Chefe do narcotráfico é executado a tiros de fuzil em atentado no Paraguai

Carro de Jorge Rafaat foi atingido por pelo menos 250 tiros

Paraguai
EXECUÇÃO | 16/06/2016 08h12

O chefe do narcotráfico foi executado dentro do carro blindado (Foto: ABC Collor )

Uma emboscada na cidade de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã (MS), terminou com a morte de várias pessoas, na noite desta quarta-feira (15).

Entre os mortos está Jorge Rafaat Toumani, considerado como um dos maiores narcotraficantes no limite entre os dois países. Ele foi executado com vários disparos após cair em uma emboscada no início da noite desta quarta-feira (15), no centro da cidade. 

Segundo jornais paraguaios, ele seguia em um veículo Hammer, quando foi fechado por diversos carros. Os atiradores utilizaram diversos tipos de fuzis e metralhadoras no ataque, de uso restrito. Uma das armas estava acoplada na parte traseira de uma caminhonete e é utilizada para derrubar aviões. 

O veículo utilizado por Rafaat era blindado, mas o grosso calibre das armas perfurou o veículo. De acordo com a polícia, pelo menos 250 tiros foram disparados. 

Os seguranças do narcotraficante revidaram o ataque e um tiroteio intenso começou na região, assustando moradores. 

Ainda não há a confirmação total de mortos, mas pelo menos mais sete pessoas ficaram feridas, incluindo um policial, além de outras sete detidas. 

De acordo com a polícia, ao menos 100 pessoas participaram do confronto. 

A suspeita é de que o confronto ocorreu pela disputa pelo controle do tráfico na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. 

Equipes da Polícia Nacional do Paraguai estão no local e ainda procuram por mais suspeitos.

Com informações de CATVE


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp