COTIDIANO

Polícia Federal cumpre mais de 60 mandados em Foz do Iguaçu

O objetivo é desarticular um grupo de pessoas que praticava irregularidades na administração pública do município e na Câmara Municipal

Foz do Iguaçu
OPERAÇÃO PECÚLIO | 16/12/2016 09h51

Operação mira corrupção e fraude na prefeitura e na câmara de Foz do Iguaçu. (Foto: Divulgação/PF )

Em ação conjunta com o Ministério Público Federal, a PF -Polícia Federal- deflagrou nesta sexta-feira (16) a 6ª fase da Operação Pecúlio, dando continuidade à execução de medidas judiciais expedidas pela 3ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu.

O objetivo é desarticular um grupo de pessoas que praticava irregularidades na administração pública do município e na Câmara Municipal, mediante desvio de recursos públicos, com a finalidade de obtenção de vantagens indevidas.

Cerca de 120 policiais federais cumprem 31 mandados de condução coercitiva e 36 mandados de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados na cidade.

De acordo com a corporação, haverá entrevista coletiva às 10h de hoje no auditório da Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Vereadores presos

Doze dos 15 vereadores da Câmara de Foz do Iguaçu foram presos ontem (15) durante operação da Polícia Federal. Dez foram presos preventivamente e dois receberam ordem de prisão temporária.

Segundo a corporação, só com algumas obras de pavimentação no município foram constatados prejuízos de quase R$ 4,5 milhões.

Em nota, a Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu informou que os trabalhos internos do Legislativo municipal permanecem inalterados e que a operação causou “estranheza”.

 

Com informações de Agência Brasil


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp