COTIDIANO

Empresários participam de reunião para definir horários de funcionamento do comércio em 2017

Entre Rios do Oeste
REUNIÃO | 02/02/2017 17h30

Empresários participam de reunião para definir horários de funcionamento do comércio em 2017 (Foto: Divulgação )

Com o intuito de definir os horários de funcionamento do comércio para o ano de 2017 até maio de 2018, foi realizada nesta manhã de quinta-feira (02) uma reunião com associados, na Acimacar -Associação Comercial e Empresarial de Marechal Cândido Rondon-.

A vice-presidente do Comércio, Carla Rieger Bregoli, o presidente da Acimacar, Paulo Rodrigo Coppetti e o presidente do Sidicomar -Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Marechal Cândido Rondon e Microrregião- Ademar Bayer, conduziram a reunião.

As discussões são importantes para definir horários especiais de atendimento em vésperas de feriados ou em datas de melhores vendas, como o período natalino.

Como associação, a Acimacar não tem poder legal de estabelecer horários estendidos perante o Ministério do Trabalho e Emprego (MTB), que então fica a cargo dos Sindicatos Patronal e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Toledo fazer a intermediação e negociarem com o Sindicato dos Trabalhadores.

 “É necessário que existam os Sindicatos para acordos legais e a homologação. Como Sindicato Patronal, defendemos os interesses do empresário, buscando apoiá-los da melhor maneira, assim como o Sindicato Laboral, defende os trabalhadores. O ideal é buscar o bem de todos e cumprir o que for estabelecido para evitar problemas. Qualquer alteração depois da oficialização torna-se complicada e depende de renegociação”, explica o presidente do Sindicomar.

A vice-presidente do Comércio, Carla Rieger, avalia o encontro como positivo e importante pela participação dos empresários associados. “A participação do empresário é fundamental, pois eles serão afetados a partir do que for acordado. Teremos a convenção, quando a Acimacar e os Sindicatos levarão essas demandas estipuladas e, então, a definição final. Alguns nos perguntam quem e quando foram definidas certas programações e são nestas oportunidades, por isso convidamos a todos”, frisa Carla.

A associada Geovana da Silva Krause entende que a participação nestas definições é essencial. “Precisamos nos unir e manter nossos combinados até para que o consumidor possa usufruir do comércio local. Sou da opinião de que tenhamos até mais reuniões para encontrarmos sempre as melhores soluções”, opina a empresária.

O associado Sandro Zastrow defende que é de responsabilidade dos empresários a participação. “Acredito que é preciso ter compromisso e responsabilidade com as próprias empresas e com a associação que abre o espaço, porque estes são assuntos que precisam ser resolvidos em grupo.”

Campanhas promocionais

A reunião relativa às campanhas promocionais para o ano de 2017 ainda não tem data marcada, porém deverá ser realizada até meados de março.

Conselho Consultivo do Comércio

A vice-presidente do Comércio lembrou aos associados que empresários interessados em participar do Conselho devem procurar a associação. O Conselho Consultivo analisa questões ligadas ao funcionamento do comércio, legislação, campanhas e ações de melhorias das práticas de negócios. Atualmente possui 20 membros e tem como objetivo acompanhar de perto necessidades e reivindicações da classe ao discutir e deliberar ações de interesse comum aos associados.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp