COTIDIANO

Prefeitos da região Oeste do Paraná estão preocupados com a paralização das obras da BR-163

Quatro Pontes
PREOCUPAÇÃO | 24/02/2017 11h45

Prefeito Quatro Pontes João Laufer (Foto: Divulgação/ Assessoria )

Preocupados com a situação da BR-163, que a partir do próximo dia 01 de março deverá parar as atividades correspondentes a duplicação entre Toledo e Marechal Cândido Rondon, os prefeitos da região estarão se unindo e realizando gestões para que isto não ocorra. Nesta manhã de sexta-feira (24), o mandatário do município de Quatro Pontes, João Laufer, recebeu o telefonema do Prefeito de Toledo Lúcio de Marchi, que conversaram sobre esta questão que os preocupa, mas não somente os dois municípios, bem como cidades vizinhas, como Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Nova santa Rosa, Pato Bragado e Guaíra.

João Laufer disse que parar uma obra como esta é um retrocesso para a região, tendo em vista que milhares de carros passam por esta rodovia diariamente, sem falar no intenso tráfego de caminhões que transportam o progresso do Oeste, “estamos preocupados pois quem irá sofrer com isso, são os transportadores e  pessoas que utilizam desta rodovia periodicamente. O nosso trecho, que liga Quatro Pontes a Toledo é perigoso, pelos elevados índices de acidentes e mortes, não podemos permitir que a duplicação pare”, disse.

Prefeitos de toda a micro-região devem unir forças contatando os Deputados na esfera Federal, tendo em vista que a BR-163 é de responsabilidade da união, para que os mesmos defendam esta causa tão importante para o desenvolvimento do Oeste paranaense, bem como para a segurança dos usuários.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp