POLICIAL

Ao apurar acidente de trânsito, policiais descobrem bárbaro crime ocorrido no interior de Rondon

Assassinos utilizaram botijão de gás para matar o rondonense

Mal. Cândido Rondon, Mercedes
CRUELDADE | 05/03/2017 02h53

O homem foi morto com requintes de crueldade (Foto: Cristine Kempp/AquiAgora.net )
Harri mecanica

Equipes da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Pato Bragado e Entre Rios do Oeste foram acionados na noite deste sábado (05) por diferentes situações mas todas interligadas por um bárbaro crime registrado em Margarida. Um homem foi brutalmente assassinado no local.

Os fatos tiveram início por volta das 18h45, após um acidente de trânsito ocorrido na Avenida Maripá, próximo ao supermercado Weimann. No local, uma motocicleta XTZ foi abandonada após colidir com outra moto. Policiais realizaram diligências mas não localizaram os dois ocupantes que estariam sem capacete e que ficaram feridos no acidente.

Por volta das 21 horas uma equipe da PM de Mercedes, durante patrulhamento, avistou na rodovia próximo a Novo Horizonte dois homens feridos e caminhando às margens da rodovia. Sem documentos, ambos contaram várias histórias, mas não conseguiram explicar os motivos de estarem lá e feridos.

Diante das controvérsias e após terem confessado que estavam com a motocicleta envolvida no acidente em Marechal Rondon, ambos foram encaminhados até a Delegacia de Polícia.

Enquanto isto, uma equipe da Polícia Militar de Pato Bragado com apoio de Entre Rios do Oeste se deslocou até a Linha Vora, interior de Margarida, onde de acordo com documento da motocicleta envolvida no acidente, residiria o verdadeiro proprietário da mesma. No local, policiais encontraram uma cena chocante. Um homem estava deitado no chão de sua casa, envolto em uma grande poça de sangue. O morador havia disso morto com requintes de crueldade.

Na casa havia sinais de que houve luta corporal. A vítima perdeu muito sangue e como estava sozinha não conseguiu chamar por socorro, agonizando até a morte. O rondonense apresentava lesões na região dos olhos, mãos e um corte profundo na cabeça.

Os cômodos da casa estavam revirados.

A polícia apurou que os dois elementos detidos praticaram o crime e depois roubaram a motocicleta e seguiram para Marechal Rondon onde se envolveram no acidente.

Os presos acabaram confessando o crime ao serem interrogados pela Polícia Civil Eles disseram que se utilizaram de um botijão de gás para agredir e matar o rondonense. Os presos também disseram que são de Maringá e que estariam ‘morando’ em uma chácara próxima ao local do crime. Eles afirmaram que se desentenderam com a vítima após ingerir bebida alcoólica. A veracidade destes fatos está sendo investigada pela Polícia Civil.

Uma equipe do IML de Toledo foi até a residência da vítima, identificada como Jandir Luiz Weiss, para encaminhar o corpo para os exames de rotina. Jandir morava sozinho na chácara.  Uma equipe da Polícia Civil foi ao local para realizar os levantamentos.


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp