POLÍTICA

STJ aceita pedido do MPF para investigar governador Beto Richa

A assessoria do governador informou que ele considera "um absurdo" a inclusão do nome dele nessa denúncia

Paraná
governador Beto Richa | 31/03/2017 09h46

Richa: em nota, governador disse considera "um absurdo" a inclusão do nome dele na denúncia (Foto: AEN/divulgação )

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou pedido do Ministério Público Federal para investigar o governador do Paraná, Beto Richa. A autorização do inquérito foi dada na quinta-feira (30) pela relatora do caso na Corte, ministra Nancy Andrigui.

Como o processo corre em segredo de Justiça, não há informações oficiais sobre as características da denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República. Ao atender o pedido da PGR, a ministra do STJ determinou também a realização de algumas diligências como a coleta de provas e prestação de depoimento dos envolvidos.

A assessoria do governador informou que ele considera "um absurdo" a inclusão do nome dele nessa denúncia e que cobra uma investigação profunda, a fim de comprovar que é inocente.

Em nota, o governo do Estado também disse que a investigação aberta pelo STJ trata sobre a concessão de licença para um empreendimento em uma área no entorno do Porto de Paranaguá. "O Governo do Estado informa ainda que os processos de licenciamento ambiental realizados pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) seguem rigorosamente as legislações ambientais estadual e federal, bem como critérios técnicos para a concessão de licenças. A regularidade do processo em questão será comprovada, assim como todos os procedimentos realizados pelo órgão ambiental", diz a nota.

Com informações de Bem Paraná


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp