COTIDIANO

Temporal atinge Assunção e causa estragos em nove estados do Paraguai

Carros foram arrastados pela enxurrada no centro da capital

Paraguai
Temporal | 04/05/2017 10h49

Motorista subiu no teto do carro para fugir da inundação (Foto: ABC Color )

Um temporal com ventos fortes e chuva intensa atinge nesta quarta-feira (03) a cidade de Assunção, capital do Paraguai. Pelo menos outros nove estados do país vizinho sofreram danos provocados pela tempestade, segundo jornais paraguaios. O alerta de temporal continua em toda a região central do Paraguai.

Casas foram alagadas na capital paraguaia e até o início da tarde pelo menos cem pessoas tinham pedido auxílio ao serviço público. Além de Assunção, a chuva atinge Concepción, San Pedro, Cordillera, Guairá, Caaguazú, norte de Caazapá, Alto Paraná, Presidente Hayes e Boquerón, nenhum deles na fronteira com Mato Grosso do Sul.

De acordo com o jornal Última Hora, o sistema de drenagem da capital se mostrou ineficiente diante de tanta água que caiu na cidade por volta de meio-dia e vários carros foram arrastados.

Árvores caídas nas avenidas travou o trânsito no Centro de Assunção, que tem 525 mil habitantes. O capitão dos bombeiros voluntários do Paraguai, Rubén Valdez, recomendou que as pessoas evitem sair de casa, principalmente por causa da chuva intensa e raios.

Valdez disse que até o momento não há informação sobre pessoas feridas ou desaparecidas, mas informou que a corporação continua recebendo dezenas de chamadas sobre estragos causados pelo temporal.

A Grande Assunção sofre falta de energia elétrica e a Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai alertou que pode faltar água potável em várias regiões metropolitanas.

Emergência

 O deputado Pablino Rodríguez pediu que o governo decrete situação de emergência em quatro municípios do departamento de Misiones. Na zona rural de Ayolas, conhecida em todo o continente pela pesca do Dourado, várias casas estão inundadas.

Segundo o político paraguaio, naquele estado as chuvas ocorrem há uma semana e já destruíram plantações e ameaçam moradores ribeirinhos.

A Ande (Administração Nacional de Eletricidade) informou que pelo menos 30 alimentadores de energia elétrica foram afetados pelo temporal, deixando às escuras as cidades de Lambaré, Limpio, Fernando de la Mora, Luque, San Antonio, Itauguá, Capiatá e bairros de Assunção.

Com informações de Campo Grande News


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp