COTIDIANO

Itaipu lança concurso para escolher nome de onça-pintada que nasceu no Refúgio Biológico

Regras para escolha serão divulgadas nesta terça-feira (27), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná


CONCURSO | 27/06/2017 10h04

Filhote e a mãe, Nena, podem ser visitadas desde abril. (Foto: Artur Bernardi/RPC )

Um concurso vai definir o nome da onça-pintada preta que nasceu no Refúgio Biológico de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. As regras para a escolha serão divulgadas nesta terça-feira (27).

A filhote foi a primeira bebê-onça a nascer no refúgio, e completa seis meses na quarta-feira (28). Ela e a mãe, Nena, podem ser visitadas pelo público desde abril.

O concurso

Na primeira etapa, os internautas terão dez dias para deixar sugestões de nomes na fanpage da Itaipu Binacional. Após o fim do prazo, cinco serão selecionados por uma comissão interna. Esses nomes seguem para a votação final dos internautas, também via Facebook.

Quem sugerir os nomes classificados vai ganhar prêmios como kit com materiais da Itaipu e visita especial para conhecer ou participar de atividades de enriquecimento ambiental.

Entre as regras já divulgadas está a restrição dos idiomas: o nome da onça deverá ser em português ou em tupi-guarani.

Reprodução em cativeiro

O nascimento da onça, no dia 28 de dezembro de 2016, foi o primeiro caso bem-sucedido de reprodução da espécie em cativeiro no refúgio em 14 anos de tentativas. O objetivo é que no futuro estes animais possam ser inseridos à natureza, onde atualmente são ameaçados de extinção. A onça-pintada preta é ainda mais rara.

Nena, a mãe, tem três anos e chegou ao refúgio em agosto de 2016, doada pelo Criadouro Científico Instituto Onça-Pintada, de Goiás. Já o pai, tem nove anos e é morador antigo do refúgio. O encontro entre o casal aconteceu três meses depois da chegada de Nena.

Visitas

O Refúgio Biológico Bela Vista é aberto à visitação de terça a domingo, com saídas às 8h30, 9h30, 10h30, 13h30, 14h30 e 15h30. A duração é de duas horas e meia, com ingresso a R$ 24 para adultos. Moradores dos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu não pagam.

Com informações de G1


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp