POLICIAL

Laudo confirma que homem preso em Marechal Rondon transportava herbicida e não cocaína

O homem acusado do transporte ficou preso 21 dias

Mal. Cândido Rondon, Quatro Pontes
herbicida | 25/08/2017 12h23

Um homem de 57 anos morador de Toledo recebeu alvará de soltura da Justiça após ficar 21 dias preso na cadeia pública de Marechal Cândido Rondon acusado de transportar cocaína.

Um laudo pericial, realizado pela Polícia Científica do Paraná, indicou negativo para a droga.

O homem foi preso em três de agosto deste ano pela equipe da Polícia Rodoviária Federal de Quatro Pontes.

Ele estava em uma caminhonete Hilux de Mundo Novo/ MS quando foi parado durante fiscalização na BR 163.

O acusado transportava herbicida comprado para uso pessoal, e levava para Toledo, porém três sacos pequenos encontrados no interior do veículo causaram desconfiança dos policiais e uma análise preliminar – o narcoteste - realizada pelos agentes, indicou que o pó branco que ele levava era cocaína.

Ele foi preso em flagrante e mesmo detido, argumentou e apresentou as notas fiscais do produto.

No porta-malas havia mais herbicida porém em sacos com tamanho maiores.

Agora, com o resultado da perícia que comprovou não se tratar de droga, divulgado no dia 22, o advogado de defesa pediu a liberdade do cliente que foi concedida pela justiça.

A família afirma que pretende entrar na justiça contra a União para reparar os danos morais e materiais sofridos pelo homem.

Além disso eles ainda lutam na justiça para recuperar o veículo apreendido que segue retido. 

Com informações de Rádio Difusora


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp