POLICIAL

Empresários e políticos são alvos de megaoperação no sudoeste do Paraná

Operação Hígia é desencadeada em Pato Branco, Clevelândia e Saudade do Iguaçu

Cascavel, Paraná
Operação Hígia | 18/09/2017 08h21

Operação Hígia é desencadeada em Pato Branco, Clevelândia e Saudade do Iguaçu (Foto: CATVE )

Era fim de noite de domingo (17) quando policiais civis deixaram Cascavel. As equipes tinham como destino o sudoeste paranaense.

Desde as primeiras horas de segunda-feira (18) cerca de 180 policiais estão nas ruas de Pato Branco, Clevelândia e Saudade do Iguaçu cumprindo mandados de prisão, busca e apreensão.

As ações fazem parte da Operação Hígia que apura crimes de associação criminosa, fraude a licitações, peculato, concussão, corrupção ativa e passiva, falsidade documental e lavagem de dinheiro, envolvendo servidores públicos e empresários. Entre os investigados está um vereador de Pato Branco.

Ao todo são nove prisões temporárias, quatro de afastamento temporário das funções públicas e 54 mandos de busca e apreensão domiciliar e/ou empresarial.

O nome da operação reporta-se à mitologia grega. Hígia é a deusa da saúde, limpeza e sanidade, relacionando-se à Secretaria de Saúde do Município de Pato Branco onde a investigação teve início.

A 5ª Subdivisão Policial comunica que todas as Delegacias de Polícia subordinadas (Palmas, Clevelândia, São João, Coronel Vivida, Mangueirinha e Chopinzinho permanecerão fechadas hoje, já que todo o efetivo está em operação, trabalhando apenas em caráter de emergência.

Com informações de CATVE


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp