COTIDIANO

Hospital Municipal registra dois problemas com gestantes nas últimas horas. Elas perderam seus bebês

O feto tinha 16 semanas e o recém-nascido apenas 1 dia de vida. Os casos aconteceram entre ontem e hoje

Mal. Cândido Rondon
Tristeza na maternidade | 10/10/2017 15h54

Os dois casos aconteceram no Hospital Municipal (Foto: Arquivo )

Dois casos de mães grávidas que perderam seus bebês aconteceram nas últimas 24 horas no Hospital Municipal de Marechal Cândido Rondon. Um caso envolveu uma grávida de 16 semanas e outro de 40 semanas, cuja gravidez já havia chegado ao final do ciclo.

As duas estavam na primeira gestação e ambas prosseguem internadas no Hospital Municipal.

Problema na cesária

O primeiro caso é de uma mulher que estava na 40ª semana de gestação. O bebê era pra ter nascido já no sábado, porém somente ontem a tarde foi feita a cesariana no Hospital Municipal. Contudo, houve complicações no procedimento e a criança, um menino, acabou por broncoaspirar líquido aminiótico.

A complicação obrigou os médicos a entubar a criança que, na sequência, foi transferida pelo helicóptero do Samu para o Hospital Bom Jesus. Devido a gravidade do seu estado clínico, no entanto, a criança faleceu na madrugada de hoje.

Gravidez de risco

O outro caso é de uma gestante de apenas 21 anos. Ela apresentava gravidez de risco e ontem foi realizar uma consulta de rotina na Unidade de Saúde 24 Horas por estar com um corrimento. Devido ao seu quadro, no início da noite ela acabou sendo internada no Hospital Municipal e passou a noite toda com sangramento.

Somente por volta das 10h30 da manhã de hoje ela foi levada de volta para a Unidade de Saúde 24 Horas para a realização de exames, que constataram a morte do feto. Por conta disso, por volta do meio dia ela passou por procedimento para retirada do feto.

Secretaria de Saúde

A reportagem do AquiAgora.net fez várias tentativas para falar com a secretária de Saúde, Marciane Specht, tanto na Secretaria, como no seu telefone celular. Ela, porém, não atendeu.

No Hospital Municipal foi informado que o diretor estará só amanhã cedo e nenhuma outra pessoa quis falar a respeito dos casos.

Histórico complicado

O Hospital Municipal de Marechal Cândido Rondon começou a realizar partos em junho deste ano. E os poucos meses de funcionamento da maternidade não tem um quadro nada confortável.

No dia 12 de junho, a paciente Joseane Felipe teve complicações após o parto e precisou ser transferida pelo helicóptero do Samu para hospital na cidade de Palmas, onde morreu no dia 22 de junho.

Mas tarde, uma sindicância apurou que Joseane recebeu uma injeção errada após o parto, o que provocou uma parada cárdio-respiratória. A família está processando o município por conta do erro.


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp