COTIDIANO

Menino que luta contra leucemia e sonha em ser policial, recebe homenagem da Polícia Militar de Santa Helena

Nicolas Beuron Soares tem 7 anos

Paraná
homenagem | 10/11/2017 14h14

Nicolas Beuron Soares juntamente com os políciais (Foto: Correio do Lago )

Na manhã desta sexta-feira (10), policiais do 4° Pelotão de Polícia Militar de Santa Helena, realizaram homenagem ao pequeno Nicolas Beuron Soares, de 7 anos, cujo sonho é ser policial. Lucas luta desde 2015 contra leucemia linfoide aguda e realizou a última sessão de quimioterapia em agosto deste ano.

Sabendo deste sonho e conhecendo um pouco de sua história, o comando do 4° pelotão decidiu realizar uma surpresa a ao menino. A equipe foi até a escola municipal Professora Inês Mocellin, no bairro São Luis, em Santa Helena, onde ele estuda e, juntamente com os professores, realizaram uma homenagem ao garoto guerreiro. Ele recebeu uma farda mirim e pode andar na viatura.

Ao entrar na sala, Nicolas já com sua farda, se emocionou ao ver a equipe policial e seus colegas de escola.

O comandante do 4° Pelotão de Santa Helena, tenente Leonardo Franco, teceu algumas palavras em homenagem ao pequeno Nicolas, destacando que o menino é um vencedor, um guerreiro.

O Sargento Edson Vieira também homenageou o garoto contando sua trajetória de batalha contra a doença. Nicolas ainda andou de viatura e comandou a equipe policial.

História de vida

Em 2015, Nicolas acabou passando mal na casa dos avós, estava pálido e sentia muitas dores no corpo. Ele foi logo encaminhado ao médico. Devido ao seu quadro de saúde, ele foi de avião até Curitiba onde realizou uma consulta no pediatra. Mais tarde veio a resposta. Nicolas foi diagnosticado com leucemia linfoide aguda. Começou aí a batalha. Neste mesmo dia fez a sua primeira quimioterapia.

Nicolas passou oito meses em Curitiba. Seus pais tiveram que sair de seus empregos para cuidar do pequeno.  Durante o período de tratamento, Nicolas passava mal e chegou até perder os cabelos.

Em dezembro de 2016, o menino realizou sua tão sonhada manutenção. Após 21 dias, Nicolas recebeu alta e pode retornar à sua casa, mas ainda não para a escola, recebia atendimento em casa, por causa da baixa imunidade. Depois de dois anos e quatro meses, no dia 17 de agosto deste ano, o menino guerreiro realizou sua última quimioterapia.

Ainda hoje, Nicolas retorna para Curitiba, mas somente para realizar exames de controle. Ele está de volta à escola e recebendo os carinhos de professores e coleguinhas.

A mãe Andrea Margarete Teobald, em nome de toda a família, agradece a todos que de qualquer maneira colaboraram e estiveram próximos neste momento de muita luta, especialmente os professores.

“Sou um guerreiro e quando Deus entra na batalha, a guerra nunca é perdida. Obrigado, Deus da minha vida”, finalizou Nícolas em uma carta, onde que conta sua história de luta aos PMs.

Com informações de Correio do Lago


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp