COTIDIANO

9º e 2º ano vencem Festival de Danças do Colégio Estadual de Pato Bragado

Evento também contou com premiação à aluna Eloisa Goelzer Meinerz que ficou em terceiro lugar, na 20ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Pato Bragado
EVENTO | 20/11/2017 15h50

Prefeito Leomar Rohden (Mano), vice Dirceu Anderle, presidente da Câmara de Vereadores, Flávio Prigol, secretária de Educação e Cultura, Cristiane Bonatto e demais autoridades, professores e familiares no ato de entrega da medalha à aluna Eloisa Goelzer Meinerz (Foto: Marili Besso )

Estudantes do 9º ano C do ensino fundamental e 2º ano A do ensino médio foram os vencedores do Festival de Danças realizado na sexta-feira (17), pelo Grêmio Estudantil do Colégio Estadual Pato Bragado. Como premiação os grupos contarão com um dia de lazer e recreação.

O festival contou com centro cultural tomado por pessoas que assistiram a ritmos como funk, anos 80, eletrônica, axé, pop, latina, gaúcha, jazz, country, lambada e indiana, promovidos por estudantes do sexto ano ao ensino médio. A comissão julgadora avaliou a criatividade e dificuldade da coreografia, empenho da turma, expressão, figurino, interpretação do ritmo, sincronização e utilização do espaço.

O evento teve a participação de alunos do sexto ano ao ensino médio e foi realizado pelo programa Encontro e Caminhos em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura e Colégio Estadual.

 OLIMPÍADA BRASILEIRA

O festival de danças iniciou após a premiação da aluna Eloisa Goelzer Meinerz, na 20ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, realizada em maio desse ano. Ela ficou em terceiro lugar e recebeu medalha de bronze, além de outras premiações ofertadas pelo colégio.

O diretor, Aldair Boaro afirmou que essa foi a primeira vez que um aluno do educandário recebeu uma premiação de tal importância, a nível nacional. Disse que a direção e equipe de professores está muito feliz com essa conquista, que demonstra o potencial dos alunos e da qualidade de ensino no município, e que deve servir de incentivo para que mais estudantes participem, já que existem outros com qualidades que merecem ser evidenciadas. “Além disso, a aluna premiada poderá ampliar a participação em outros projetos, tendo diversas vantagens e novas oportunidades”, discorreu.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp