POLICIAL

Perseguição policial termina com recuperação de caminhonete com lancha e bandido baleado na BR 163 em Mercedes

A recuperação aconteceu antes do refém ser liberado

Mal. Cândido Rondon, Mercedes, Quatro Pontes, Paraná
troca de tiros | 06/12/2017 20h45

A recuperação aconteceu antes do refém ser liberado (Foto: Jonas Kempp/AquiAgora.net )

Uma recuperação de veículo antes do refém ser libertado foi realizada na final da tarde desta quarta-feira (06) na BR-163, em Mercedes.Uma caminhonete com uma lancha foram recuperadas e um bandido baleado.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do AquiAgora.net, uma equipe do serviço de inteligência da Polícia Militar de Toledo avistou um veículo Azera de cor preta e uma caminhonete com reboque carregada com uma lancha adentrando em uma estrada rural de Quatro Pontes. Desconfiados, equipe de inteligência, com um carro à paisana, seguiu os dois veículo e foram acionados reforços da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Porto Mendes, Guaíra, Rotam Toledo e BPRFron.

Em Mercedes, a Azera  conseguiu empreender fuga em direção a Guaira, já a caminhonete com a lancha foi alcançada pela equipe do serviço de inteligência. Ao perceber que estava sendo seguido, o condutor da camionete jogou a mesma contra o veículo dos policiais, ao retornar para sua pista ela ficou desgovernada fazendo um “L” no acostamento.

O condutor da camionete então desceu e atirou contra os policiais que revidaram. O bandido foi baleado e acabou fugindo em uma plantação de milho próximo à Linha da Sanga Forquilha. Equipes policiais estão no local tentando localizar o bandido baleado, ele seria de estatura mediana de origem Paraguaia, vestindo calça e camisa preta.

Enquanto os policiais procuravam o bandido baleado, o proprietário da caminhonete, com o auxílio de populares, chegou ao local. Ele disse que foi feito refém no assalto que ocorreu em Sede Alvorada. Lá ele foi rendido por dois elementos armados que estavam na Azera. Um dos elementos então se apossou da caminhonete e o outro colocou o refém na Azera . A Azera, que conseguiu fugir das equipes policiais, liberou o refém próximo a Guaíra. o carro estava com placa clonada de Toledo.

O homem disse que havia comprado a lancha no dia de ontem e que a mesma não tinha seguro.

 


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp