COTIDIANO

Litoral de Santa Catarina está sob alerta de deslizamento

Pontos turísticos afetados são destino de férias de muitos paranaenses

Paraná, Geral
ALERTA | 11/01/2018 15h02

Estragos causados pela chuva na praia de Balneário Camboriú (Foto: Prefeitura de Camburiú )

As fortes chuvas que caem em Santa Catarina desde terça-feira (9) deixam o litoral do estado, destino de muitos paranaenses nas férias de verão, em alerta. Uma pessoa morreu e outra está desaparecida por causa dos temporais que afetam, sobretudo, a faixa litorânea. O alerta de muita chuva e deslizamentos emitido pela Defesa Civil continua para esta quinta-feira (11) e abrange uma área que vai desde São Francisco do Sul, passando por Penha, Balneário Camboriú , até Florianópolis - na capital, a prefeitura postou no Facebook na manhã desta quinta, por volta de meio-dia, a orientação para que as pessoas evitem sair de casa por causa da chuva.

A capital de SC amanheceu nesta quinta-feira (11) com vários pontos de alagamento e registros de deslizamentos. A cidade tem os registros mais críticos até o momento e já havia cumulado até a manhã desta quinta 300 mm de chuva, volume que supera a média esperada para todo o mês. Por causa da situação, a prefeitura entrou em estado de alerta e convocou uma comissão de emergência para definir estratégias de prevenção de acidentes. Vários esquemas de desvios tiveram de ser implantados nas ruas do município.

Outros destinos tradicionais de paranaenses, Balneário Camboriú , Porto Belo e Bombinhas também enfrentam consequências por causa do tempo fechado.

Em Camboriú, a Defesa Civil atendeu quase 30 ocorrências só na madrugada desta quinta. O principal transtorno são os alagamentos, que se formam rapidamente porque o sistema de drenagem e escoamento de água não consegue comportar tanta chuva. Na cidade, quatro pessoas ficaram feridas, entre elas uma menina de 11 anos que teve traumatismo craniano depois de cair.

Em Porto Belo, cerca de 200 pessoas também foram retiradas de suas casas. Um deslizamento de terra atingiu o único acesso entre Porto Belo e Bombinhas na madrugada desta quinta-feira. A pista foi parcialmente interditada, o que compromete o fluxo de entrada e saída do município.

Morte

Boletim da Defesa Civil aponta que as chuvas também já causaram uma morte em Santa Catarina. Em São João Batista, na Grande Florianópolis, uma menina de 8 anos morreu depois que uma árvore caiu sobre a garagem da casa onde ela estava. O caso foi na tarde desta quarta (10).

Em Balneário Camboriú, um homem teria sido sugado pela força da água e arrastado para dentro de uma tubulação de água fluvial. O corpo ainda não foi localizado.

Até o momento, são 390 desalojados e 414 desabrigados no estado. A previsão é que a chuva comece a diminuir nesta sexta.

“A chuva ainda vai ser intensa nesta quinta-feira. Na sexta-feira, a chuva começa a diminuir. Toda essa chuva é favorecida pela evaporação do mar, que está aquecido, e os elevados índices de umidade do mar que são transportados para as cidades litorâneas”, explicou a meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues à agência de da Secretaria de Comunicação do Estado.

Com informações de Gazeta do Povo


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp