COTIDIANO

Dessecação da soja proporciona uniformidade de maturação e antecipação da colheita

A dessecação quando feita no período correto traz aos agricultores vários benefícios

Mal. Cândido Rondon, Entre Rios do Oeste, Mercedes, Nova Santa Rosa, Quatro Pontes, Pato Bragado
agricultura | 05/02/2018 10h10

A dessecação quando feita no período correto traz aos agricultores vários benefícios (Foto: Carina Ribeiro/Copagril )

As lavouras de soja da área de atuação da Cooperativa Agroindustrial Copagril estão se aproximando do período de colheita de mais uma safra, momento em que muitos agricultores buscam informações e produtos para realizar a dessecação pré-colheita da soja. Mas para realizar a prática da dessecação é necessário ter alguns cuidados na hora de sua realização, afinal, a prática da dessecação traz benefícios, mas pode ser prejudicial se executada de maneira incorreta.

Momento exato
A dessecação quando feita no período correto traz aos agricultores vários benefícios, dentre os quais estão:

  • Uniformidade de maturação;
  • Antecipação da colheita;
  • Eliminação de plantas daninhas
  • Plantio da cultura subsequente no limpo;
  • Melhor resultado na safrinha;
  • Redução de perdas na colheita, como impurezas, proporcionando grãos mais limpos;
  • Melhor qualidade dos grãos colhidos.

     
O momento exato para a realização da dessecação é considerado o ponto mais crítico da prática a ser utilizada. O ganho com a dessecação na antecipação da colheita pode variar de 3 a 7 dias, isto depende muito de vários fatores, entre eles a umidade que o grão apresenta no momento da dessecação, a qualidade do produto utilizado e também as condições climáticas após a dessecação, pois em períodos chuvosos após a dessecação, acontece um atraso no ganho de dias que teria com a realização da prática. Para obter os resultados esperados, o agricultor deve sempre respeitar o período de carência dos dessecantes.

Cuidados
As aplicações não devem ser realizadas antes que os grãos da soja estejam fisiologicamente maduros, afinal quando as aplicações de dessecantes são realizadas antes desse estágio, podem ocorrer perdas no rendimento, interferindo assim no enchimento dos grãos e aumentando assim as possibilidades de defeitos como grãos esverdeados. Além disto, se ocorrer chuva após a aplicação, pode haver aumento da incidência de grãos com fungos, por isso é muito importante que o agricultor sempre esteja muito atento a todos os detalhes e procure assistência técnica para realizar esse processo da maneira mais correta possível.

Corpo técnico especializado
A Copagril possui profissionais e produtos à disposição para auxiliar o agricultor a fazer a dessecação da soja de maneira correta. Para mais informações do momento exato da aplicação e o produto a ser utilizado, os produtores podem entrar em contato com a equipe técnica da Copagril na unidade mais próxima.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp