POLICIAL

Presos se rebelam durante operação “bate grade” em Marechal Rondon e causam tumulto

Foi preciso efetuar disparo de advertência e usar spray de gás lacrimogênio

Mal. Cândido Rondon
tumulto | 10/03/2018 12h34

O tumulto aconteceu durante a operação de "bate grade" (Foto: Cristine Kempp/AquiAgora.net )

Nesta sexta-feira (10) foi registrado um princípio de tumulto na cadeia pública de Marechal Cândido Rondon. Foi preciso efetuar disparo de advertência e usar spray de gás lacrimogênio.

Equipes da Polícia Civil e Militar realizavam os trabalhos de retirada dos presos das celas e transferência para o “gaiolão”, para que os agentes pudessem realizar a revista estrutural da parte física da cadeia. Foi, então, quando o último preso que chegou ao “gaiolão” para realizar tal procedimento, se recusou a fazê-lo. Foi lhe falado por diversas vezes para fazer o procedimento, mas o mesmo se recusou e ainda começou a desacatar a equipe policial. Tal atitude “inflamou” os demais presos que passaram ficar descontrolados dentro do gaiolão. Os presos estavam gritando, chutando as grades que a envolvem e não acatando mais as ordens que lhes eram dada.

 Então foi dado um tiro de advertência com a espingarda calibre 12, utilizando munição menos letal, tiro esse direcionado para o chão, mesmo assim os presos continuaram descontrolados. Na sequência, foi utilizado o spray de gás lacrimogênio para conter tal descontrole. Os ânimos aos poucos foram voltando ao normal.

Durante o período em que os presos ficaram agitados, um deles se destacou pela maneira agressiva com que chutava a grade e, após o encerramento, quando foi retornar para a cela, bateu novamente na grade, como forma de intimidação. Ainda  um terceiro preso que fez ameaças a um PM.

Após a situação estar controlada, os agentes puderam realizar seus trabalhos de revista na estrutura da cadeia, sem encontrar nada de anormal.


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp