COTIDIANO

Rondonense baleada por sargento da reserva apresenta grande melhora e não precisa mais ser transferida

Ela está consciente e respira sem o auxílio de aparelhos

Mal. Cândido Rondon
melhoras em seu quadro clínico | 14/04/2018 19h09

A rondonense Cristina Teresinha Scherne, 36 anos de idade (Foto: Divulgação )

A rondonense Cristina Teresinha Scherne, 36 anos de idade, vítima de disparo de arma de fogo nesta semana pelo seu ex-companheiro não precisa mais ser transferida para outro centro médico, pois apresentou melhoras em seu quadro clinico. Nas últimas horas, ela apresentou significativas melhoras e desde então ela foi extubada, ou seja, foi retirada a entubação e a ventilação mecânica e ela está com respiração espontânea.

Cristina Terezinha permanece na unidade semi-intensiva do Hospital Rondon, mas não tem mais a necessidade de ser transferida. Ela está consciente e já teria conversado com a equipe de enfermagem.

Não há previsão de alta até o momento para Cristina, que recupera-se de maneira satisfatória.

No último dia 10, Cristina foi atingida por cinco tiros disparados pelo seu ex-companheiro, o Sargento da Reserva da Polícia Militar Gelmir Paula dos Santos que se suicidou em seguida.


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp