COTIDIANO

Campanha de vacinação contra gripe começa na segunda em Pato Bragado

Meta é atingir 90% dos grupos prioritários

Pato Bragado
vacinação | 20/04/2018 07h52

Equipe responsável pela vacinação dos grupos prioritários como de crianças, gestantes e idosos (Foto: Marili Koehler )

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe (Influenza H1N1, H3N2 e Influenza B) inicia na segunda-feira (23) e segue até 1º de junho. O dia de mobilização nacional, conhecido como dia “D” será em 12 de maio. O objetivo é reduzir as internações e a mortalidade decorrentes de infecções pelo vírus da influenza, na população alvo.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral aguda que afeta o sistema respiratório e que pode levar ao óbito. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.

Conforme a enfermeira responsável pelo setor de Epidemiologia da Unidade Básica de Saúde, Fernanda Regina Brod, apesar de diversas controvérsias, estudos apontam que a vacina contra a influenza previne aproximadamente 30% dos casos fatais e não fatais em idosos, e de 50 a 70% das mortes pelo vírus influenza.

A enfermeira aponta que dentro dos grupos prioritários para a vacinação no município, estão 285 crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, 48 gestantes em qualquer idade gestacional, oito puérperas no período de 45 dias após o parto, 59 trabalhadores de saúde, 37 professores de escolas públicas e privadas, 710 idosos (mais de 60 anos), 203 pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. “Lembrando que para as pessoas portadoras de doenças crônicas é necessária prescrição médica com a indicação da vacina contra a influenza que deverá ser apresentada no ato da imunização”, salienta.

Fernanda declara que a meta da campanha é atingir 90% de cada grupo prioritário. “Para tanto, a sala de vacinas estará aberta no período da manhã, entre 8h e 11h e no período da tarde, das 14h às 17 horas, aproveitando ainda para aplicar outras vacinas em atraso. Já no dia 12 de maio (sábado), o atendimento será das 8h às 17 horas”, afirma, acrescentando que todos devem portar cartão de vacinação e cartão nacional do SUS.  

Vale lembrar que os pacientes com reações relevantes nas aplicações anteriores ou que tenham alergia a proteína do ovo não devem receber a vacina.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp