COTIDIANO

Merendeiras e produtores de Entre Rios do Oeste aprendem como utilizar caules e bananas verdes na alimentação

A ação faz parte do cronograma de atividades da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná

Entre Rios do Oeste
caules e bananas na alimentação | 26/04/2018 16h38

Merendeiras e produtores aprendem como utilizar caules e bananas verdes na alimentação (Foto: Assessoria )

A natureza oferece inúmeras opções para alimentação, algumas em cultivos dirigidos e outras que são encontradas facilmente por se desenvolverem de forma espontânea e, caracterizadas como plantas daninhas. Muitas delas, no entanto, oferecem um alto valor nutricional, são as plantas alimentícias não convencionais (panc’s). O assunto é tema de estudos e cursos, tanto com produtores, quanto com consumidores.

Com a consciência a respeito desta realidade e o objetivo de disseminar conhecimentos teóricos e práticos, na última segunda-feira (23), foi desenvolvido um trabalho junto às merendeiras das escolas municipais e membros da Associação de Produtores Orgânicos de Entre Rios Do Oeste (Apoer).

A ação faz parte do cronograma de atividades da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore), dentro do contrato de Desenvolvimento Rural Sustentável da Itaipu Binacional.

Teoria e prática foram compartilhadas com os participantes. Todo o trabalho teve o acompanhamento da nutricionista responsável pela merenda escolar em Entre Rios do Oeste, Josiane Silva Thomas.

Caule

Receitas com banana, uso da biomassa da banana verde, coração e miolo do tronco, além do da moringa e ora-pro-nobis, fizeram parte do conteúdo programático do treinamento ministrado pela técnica da Biolabore Cristiani Cavilhão.

O consumo da banana, que, comumente, se restringe ao fruto maduro, pode ser potencializado. O “miolo” do caule pode ser utilizado da mesma maneira como o palmito. O “coração” das plantas também serve de alimento, segundo Cristiani Cavilhão.

Outro alimento é ora-pro-nobis, rica em proteína. A moringa é uma opção para o incremento de minerais na alimentação.

Assim como estas espécies, inúmeras outras podem ser utilizadas na alimentação, ou, na medicina popular, porém, é importante ter o conhecimento necessário para o emprego de todos os potenciais e identificação as plantas com segurança.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp