COTIDIANO

Última semana da exposição “Palavras do Paraná” no Museu Dom Severino Kögl

A exposição está disponível para visitação desde a reabertura do museu, em dezembro de 2017

Nova Santa Rosa
exposição | 27/04/2018 16h56

Diretor do Departamento de Cultura, Fabiano Cassimiro (Foto: Assessoria )

A Prefeitura de Nova Santa Rosa, por meio do Departamento de Cultura, informa que é a última semana da exposição “Palavras do Paraná” no Museu Dom Severino Kögl. A exposição está disponível para visitação desde a reabertura do museu, em dezembro de 2017. O roteiro expositivo “Palavras do Paraná” conta com banners de diversos escritores paranaenses, como Wilson Bueno, Jamil Snege, Helena Kolody, Paulo Leminski, Valêncio Xavier e Manoel Carlos Karam. O roteiro expositivo veio por meio do Departamento de Divisão Cultural da Secretaria de Estado da Educação.

O Museu Dom Severino Kögl passou por reformas durante o ano de 2017. Sendo reaberto em dezembro do mesmo ano. Além da pintura interna, instalação de forro e troca de iluminação, também foram confeccionadas prateleiras para acomodação das peças de exposição. A reforma foi feita por meio de recursos próprios do Departamento de Cultura durante o ano de 2017. O Museu Municipal Dom Severino Kögl foi criado em 1988 e tem como finalidade resgatar e preservar os usos e costumes dos primeiros moradores do município de Nova Santa Rosa. O espaço, além do museu, abriga também a Biblioteca Pública Municipal Arnaldo Busato. O acervo do museu é composto por objetos, fotos e documentos sobre os pioneiros e ainda peças que retratam aspectos naturais da região.

Próxima exposição

De acordo com o Diretor do Departamento de Cultura, Fabiano Cassimiro, na próxima semana virá uma nova exposição que será colocada para visitação no museu municipal. “Na próxima semana buscarei no município de Mercedes a exposição “Negros no Paraná”, ela estará disponível para visitação a partir da segunda semana de maio. Estão todos convidados a prestigiar este trabalho que conta com a exposição de 10 banners.”.

A exposição é resultado de uma pesquisa de campo em 38 comunidades negras remanescentes dos quilombos no Paraná, realizada pela fotógrafa documentarista Fernanda Castro, e apresenta elementos da vida cotidiana dessas comunidades quilombolas paranaenses, enfatizando a vida familiar, o trabalho e a devoção religiosa. A mostra foi concebida para ser uma exposição itinerante. A exposição conta com 10 cartazes que compõem o acervo do Museu Paranaense, estará disponível de segunda a sexta-feira das 08 horas às 11h30 e das 13h30 às 17 horas no Museu Dom Severino Kögl.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp