ESPORTES

Quatro Pontes participará das regionais dos Japs nesta quinta-feira e no próximo domingo

Quatro Pontes participará na bocha masculino

Quatro Pontes
JOGOS ABERTOs | 06/06/2018 18h08

Os Jogos Abertos do Paraná (JAPS) chegam à 61ª edição com aberturas programadas em 12 diferentes cidades. São duas etapas regionais classificatórias da Divisão B: uma com início amanhã (07), que segue até domingo (10), e outra que ocorrerá entre 22 a 24 de junho.

Os 12 municípios-sede que fazem parte dessas duas regionais são Guaratuba, Tibagi, Cornélio Procópio, Rolândia, Planalto, Palmas, Laranjeiras do Sul, Palotina, Faxinal, Paraiso do Norte, Tapejara e Mariluz. Ao todo, são sete modalidades em disputa nas regionais da Divisão B, sendo futsal, voleibol, basquetebol, handebol, futebol, bocha e bolão. Esses esportes depois se somam a outros quatro - futebol de sete, vôlei de praia, handebol de areia e kickboxing - na fase final B, classificatória para a fase final da Divisão A.

Quatro Pontes participará na bocha masculino, competindo com equipes de Palotina, Santa Terezinha do Itaipu, Entre Rios do Oeste, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Maripá, Toledo, Foz do Iguaçu, São Pedro do Iguaçu, Marechal Cândido Rondon e São José das Palmeiras; no futsal masculino, disputando com Palotina, Brasilândia, Tupãssi, Maripá, Pato Bragado, Medianeira, Nova Aurora, São Pedro do Iguaçu, Assis Chateubriand, São José das Palmeiras, Itaipulândia, Missal, Guaíra, Ouro Verde do Oeste, Toledo, São Miguel do Iguaçu e Santa Helena; e no bolão masculino e feminino, contra Palotina, Missal, Nova Santa Rosa, Toledo, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Pato Bragado, Santa Helena e Marechal Cândido Rondon.

Finais

Em 2018, as finais das Divisões B e A dos JAPS acontecerão, respectivamente, em Coronel Vivida, de 17 a 23 de agosto, e Londrina, de 21 a 30 de setembro.

Objetivos

A realização dos JAPS tem como objetivos previstos em seu regulamento promover a integração sócia esportiva entre várias representações municipais e as pessoas que as integram; propiciar o desenvolvimento integral do cidadão paranaense como ser social, autônomo, democrático e participante, contribuindo para o pleno exercício da cidadania; compensar os efeitos nocivos da vida moderna, contribuindo para a preservação e promoção da saúde humana; gerar atividade econômica com mercado diferenciado pela oferta de novos empregos, serviços e bens de natureza esportiva; estimular o desenvolvimento técnico esportivo das representações municipais, buscando avaliar e apresentar subsídios a partir da análise científica, quantitativa e qualitativa; e interagir com os demais segmentos afins que contribuem no desenvolvimento do esporte do Paraná.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp