POLÍTICA

Cida confirma isenção de ICMS a lojas de produtos importados

A medida beneficia Guaíra, Foz do Iguaçu, Barracão e Santo Antônio do Sudoeste

Paraná
imposto | 11/06/2018 08h33

A governadora disse que com o benefício são esperados novos investimentos nessas regiões de fronteira, atraindo um maior número de turistas e ampliando a geração de emprego e renda para a população desses municípios (Foto: Arnaldo Alves / ANPr )

A governadora Cida Borghetti anunciou neste sábado (9), em Guaíra, a medida do Governo do Estado que estende a regra de isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) concedida a estabelecimentos comerciais com regime aduaneiro de loja franca, os chamados “freeshop”, às lojas de produtos importados que tenham sede em cidades-gêmeas de municípios estrangeiros.

A medida, que visa estimular a economia e o crescimento dessas regiões, beneficia Guaíra, que é cidade gêmea de Salto del Guairá, no Paraguai; Foz do Iguaçu, na tríplice fronteira; Barracão e Santo Antônio do Sudoeste, fronteira com a Argentina.

A governadora disse que com o benefício são esperados novos investimentos nessas regiões de fronteira, atraindo um maior número de turistas e ampliando a geração de emprego e renda para a população desses municípios. “Essa medida amplia os investimentos, movimenta o comércio e o turismo e faz a moeda girar para criar riquezas no nosso Estado”, disse a governadora. “É uma grande oportunidade para fomentar o comércio brasileiro e, principalmente, gerar empregos formais em Guaíra para que os nossos trabalhadores não precisem atravessar a ponte atrás de oportunidades”, acrescentou.

Com a medida, o Paraná se junta a Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, que já implantaram o mesmo benefício nas cidades fronteiriças de suas regiões. Para o prefeito da Guaíra, Heraldo Trento, essa decisão vai impactar no desenvolvimento da cidade como um todo. Segundo ele, isso atrairá mais investimentos e consequentemente trabalho, renda e desenvolvimento. “Teremos a possiblidade de ter um comércio como no Paraguai, dentro da nossa cidade. Será um salto econômico como nunca visto antes”, afirmou.

“Guaíra a partir de hoje terá uma nova história”, disse o presidente da Associação Comercial de Guaíra, Walter Fabiano dos Santos. “Uma medida muito esperada, que vai despertar o interesse da classe empresarial e trará um futuro melhor a toda a população”, afirmou.

Com informações de Agência Estadual de Notícia


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp