COTIDIANO

Rui Barbosa apoia JCI Juvenil em campanha de arrecadação de livros

Os livros podem ser depositados numa caixa que está localizada no saguão do prédio dois, da instituição

Mal. Cândido Rondon
DOAÇÃO | 14/06/2018 12h21

A campanha teve início em maio e segue até o início do mês de julho (Foto: Divulgação )

O Colégio Luterano Rui Barbosa está apoiando a JCI Juvenil, de Marechal Cândido Rondon, no projeto de recolha de livros, que tem o slogan “Todo livro é bem-vindo”. A campanha teve início em maio e segue até o início do mês de julho. Os livros arrecadados serão destinados ao Hospital Municipal Dr. Cruzatti e para a Escola Municipal 25 de Março.

Os alunos do Rui Barbosa e familiares podem trazer os livros e depositar numa caixa que está localizada no saguão do prédio dois. A ideia é que cada família traga um exemplar de livro, que pode ser usado ou novo. Revistas também são aceitas.

Conforme explica o presidente da JCI Juvenil, Gustavo Andrzejewisk, a campanha é uma forma de a JCI Juvenil promover a missão de incentivar a prática da leitura. “Entendemos que é muito importante promover o hábito da leitura, porque sabemos que isso trará mais conhecimento e irá proporcionar uma imaginação variada. No caso dos livros que iremos doar ao Hospital sabemos que será uma boa opção de entretenimento, para as pessoas que por vezes, estão em um momento delicado”, destaca.

O coordenador do projeto, que é integrante da JCI Juvenil, João Hickmann, informa que os livros serão doados, juntamente com um baú de madeira e um contêiner. “Para o Hospital Municipal vamos doar os livros em um baú e para a escola vamos doá-los em um contêiner todo decorado, para ser um incentivo a mais para a prática de leitura”, explica.

A coordenadora pedagógica, Patrícia Quinot Gundt, ressalta o importante trabalho que a JCI realiza. “A JCI é uma entidade seria que está sempre pensando no bem-estar da sociedade. E este projeto é mais uma prova disso, pois quando lemos ocorrem diversas ligações no cérebro que nos permitem desenvolver o raciocínio. Além disso, com essa atividade aguçamos nosso senso crítico por meio da capacidade de interpretação”, reforça.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp