POLÍTICA

Administração e Codebra de Pato Bragado celebram conclusão de plano de desenvolvimento econômico

Documento norteará os anseios e desafios das principais atividades econômicas do município até 2037

Pato Bragado
PLANEJAMENTO | 01/08/2018 11h55

Ao centro o prefeito Mano e o presidente do Codebra, Ércio José Theobald, por ocasião do recebimento do diagnóstico, ladeados por integrantes do Conselho, Secretaria de Indústria e Comércio, e Associação Comercial (Foto: Marili Koehler )

Desde 2017, a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Codebra) de Pato Bragado realizaram diversos estudos acerca dos anseios e desafios das principais atividades econômicas do município, avaliando ainda as conjunturas do estado e país. O trabalho culminou, na manhã desta quarta-feira (1), com o repasse de um diagnóstico que contempla o desenvolvimento de um plano socioeconômico local.

Segundo o presidente do Codebra, Ércio José Theobald, o documento norteará os anseios e desafios das principais atividades econômicas do município nos próximos 20 anos, ou seja, até 2037, apontando a realidade para a criação de projetos de expansão futura para crescimento e fomentando a industrialização dos produtos primários. “As ações deste projeto, efetivamente, serão colocadas em prática para incrementar nossa economia e tornar Pato Bragado uma cidade cada vez melhor para viver e fazer negócios”, revela o secretário de Indústria e Comércio, Ageu Juarez Fidler.

O presidente aponta que o desafio, a partirdeste momento, está relacionado à viabilização das estratégias registradas neste plano, sua manutenção e acompanhamento. “Para tanto, o Codebra irá direcionar a criação de uma câmara técnica de desenvolvimento econômico, composta por integrantes de órgãos de representação municipal, que farão os respectivos apontamentos junto ao gestor público”, completa o secretário. 

Assessoramento participativo

O prefeito Leomar Rohden, o Mano, garante que preocupação com um município bem estruturado, com uma distribuição de renda justa, norteia o planejamento e a prática das ações do governo municipal. Segundo o gestor, com o Codebra será possível expandir esse planejamento. “Contaremos com um assessoramento participativo, influenciado pelo conhecimento e habilidade de todas as esferas da sociedade e que serão o grande impulso para uma gestão empreendedora e visionária”, enaltece.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp