COTIDIANO

Dulce Heinrich: a rondonense que virou manicure de celebridades

Manicure diz que o segredo do sucesso é doar-se, ter amor próprio e reconhecer que somos todos iguais

Mal. Cândido Rondon, Entre Rios do Oeste, Mercedes, Nova Santa Rosa, Quatro Pontes, Pato Bragado
dedicação | 02/08/2018 16h59

Dulce cuida, inclusive, das unhas da paranaense famosa, Grazi Massafera (Foto: Arquivo pessoal )

Toda manicure deve se sentir feliz quando termina de fazer um pé e uma mão e a cliente elogia seu trabalho. Agora imagina fazer as unhas de uma pessoa, ser elogiada e ainda ver ela num outdoor da cidade, numa novela da Rede Globo, nas passarelas de um desfile de modas, no clipe de uma música ou apresentando um programa de televisão.

Dulce Heinrich nasceu em Criciumal, Rio Grande do Sul, mas foi criada em Novo Três Passos, interior de Marechal Cândido Rondon. Até os 27 anos fez de tudo um pouco, é o que ela mesma diz. Depois, decidiu fazer cursos de beleza, incluindo de manicure. “Comecei fazendo a minha unha, de algumas amigas e da família, mas quando vi, estava fazendo as unhas da cidade inteira”. E, no início, Dulce achava estranha a profissão, hoje ela mesma afirma “amo!”. Também pudera, desde 2013, é manicure de celebridades.

Dulce trabalha nos estúdios de grandes emissoras de TV, como a Globo, Record, Band e SBT. “Antigamente eu sentava no sofá assistindo as novelas, hoje estou com elas”, afirma divertida. Foi para São Paulo com quase nada de dinheiro. Porém, “foi uma luta gostosa, que eu faria tudo de novo”, comenta.

A primeira vez

Ser manicure de celebridades aconteceu por acaso. Em 2013, Dulce estava em São Paulo junto com outras mães para acompanhar sua filha num trabalho de modelo. Na hora do almoço, várias mães discutiam sobre suas unhas e cabelo, inclusive a produtora executiva Joana Vieira. Certo momento, Dulce se propôs a fazer a unha de uma delas no dia seguinte. “Acabou nem dando certo, mas a produtora pediu para que à noite eu fosse até a casa dela fazer seu pé e mão”. Na mesma noite, Dulce conquistou mais três clientes e conseguiu seu primeiro job. “Faz cinco anos que faço a unha delas”, conta.

Job, no mundo da moda, é um emprego, serviço ou projeto. O primeiro job do qual Dulce participou aconteceu entre os dias 9 a 13 de setembro de 2013, da Riachuelo, no estúdio Studio Bob Wolferson, o mais famoso de São Paulo. “São cinco dias de campanha, podemos fechar R$ 1.500? É um pé e mão por dia”, Joana perguntou a ela, que nem sabia do que se tratava um job e ficou espantada com o valor.

Sua primeira cliente naquela campanha foi Claudia Leite, a segunda foi Anitta, “bem na época que ela estourou”, Dulce lembra, “foram cinco dias só de famosas”.

Doar-se

Dulce lembra que “no final daquele ano, os trabalhos diminuíram”. Ela ainda não sabia bem como funcionavam as coisas por lá.

Mas doou um pouco de si em todos os lugares pelos quais passou. “Encontrava uma secretária, pedia para fazer a unha dela, seu chefe via aquela unha e pedia para eu ir a casa dele fazer a unha da família inteira”. E assim foi indo.

A manicure também distribuía seu cartão pras mulheres que serviam o almoço, para aquelas que pouca gente presta atenção. “Quando uma manicure não aparecia no trabalho, elas indicavam meus serviços, peguei muito trabalho assim”.

Outra vez, Dulce deu a um modelo a ideia de arrumar um emprego de recepcionista num hotel. Um tempo depois, ele atendeu Sissa Guimarães, que lhe deu alguns ingressos ao seu espetáculo no teatro. Lá, Dulce se apresentou como manicure e “a Sissa pediu para eu ir ao hotel fazer a unha dela”.

Dulce tem uma bela lição a ensinar. “Às vezes, as pessoas só querem ganhar e não sabem se doar. Tudo que fiz de bom grado ao próximo me trouxe retorno”.

A manicure conta o seu segredo “Faça de coração, que tudo vem. Se você se amar, amar o que você tem, tudo vem”.

Hoje, Dulce é a manicure oficial da atriz Camila Queiroz, seu instagram brilha com inúmeras fotos ao lado dela. Faz unhas incríveis que Wanessa Camargo exibe em seus clipes. E também trabalha muito com as atrizes Paola Oliveira, Isis Valverde, Taís Araújo, Marina Ruy Barbosa, Grazi Massafera, além das queridas e famosíssimas blogueiras Mariana Sampaio, Rachel Apollonio, Mariana Saad e Kéfera Buchmann. Ela já fez, inclusive, as unhas de Simone e Simaria e de vários homens famosos, como Thiaguinho, Cauã Reimond e Rodrigo Faro.

Marcou

Um atendimento que marcou a vida de Dulce foi a primeira vez que atendeu a apresentadora, empresária e modelo Ana Hickmann.

Dulce conta que ela chegou ao camarim e as duas começaram a conversar. “Sou muito faladeira, chego perto dos outros e já vou conversando. Um tempo depois, até o produtor pediu se já nos conhecíamos”.

Quando chegou a hora de fazer a unha de Ana, “ela abriu a boca e pediu: você é manicure? Achei que era cliente”. Dulce se diverte com a lembrança. E o melhor é que além de elogios, ganhou a coleção de esmaltes da marca de Ana Hickmann.

E por que essa foi a lembrança mais marcante? “Porque sempre lembro de onde eu vim”, afirma Dulce.

Melhores reações

Quando indagada das reações de quem vê suas fotos com as famosas, Dulce é sincera “Acho que quem tem mais reações sou eu. Tenho vontade de postar logo as fotos para Novo Três Passos e Marechal verem (risos), mas todo mundo fica muito lisonjeado de me ver lá”.

Dulce prova também o poder das palavras “quando eu era manicure aqui, algumas clientes diziam “ah, se São Paulo descobrir você, estamos ferradas”.” Hoje, está lá, e suas antigas clientes ainda lhe enviam mensagens de felicitações. “Sou feliz pelo que faço e fico mais feliz ainda quando “meu povo daqui” vê o meu trabalho”.

E sobre a ansiedade, agora ela já sabe controlar muito bem. “Antigamente eu nem dormia”. E isso ela também aprendeu de momentos não tão agradáveis, “aconteceu depois de ver que as celebridades têm medo de fãs muito loucas”. E Dulce ainda complementa: “Agora, para mim, é normal estar com Bruna Marquezine e Neymar”. E a frase que arranca gargalhadas de quem a ouve contar suas experiências é: “Hoje estou fazendo as unhas das celebridades, e no sábado à noite vejo elas nas novelas com minhas unhas”.

Lições

E não são apenas as unhas feitas por ela que são espetaculares, mas as inúmeras lições de Dulce. “Tem que chegar, esperar, saber a sua hora”, ressalta. Afinal, todo mundo tem problema. “Você não sabe como o outro acordou hoje”, continua. Por isso, Dulce prefere observar mais a agir por impulsão. E também reconhece que todas as pessoas no mundo têm a sua importância. E ela gosta de tratar a todos igualmente.

“Quando chego ao trabalho, cumprimento desde o porteiro, à mulher que limpa o banheiro e faz nosso cafezinho”. E para quem quiser saber como a manicure de uma cidade do interior teve sucesso, a resposta está na ponta da língua “Prestando atenção em mim! Assim, se consegue tudo”.  

Atualmente, Dulce está preparada para todos os trabalhos e sabe fazer as perguntas que precisa para trabalhar nas unhas. Segundo ela, são experiências que adquiriu com os “perrengues”. “O tempo me ensinou. Às vezes, falamos só acontecem coisas ruins, mas só aprendemos com as dificuldades”, reconhece.

Além de fazer a sua parte, Dulce busca uma água, um cafezinho para as clientes famosas. “Ser prestativa é muito raro em São Paulo. Parece que tudo é um favor e não é. Temos que nos doar. As pessoas acabam não sabendo como agradecer”, afirma.

O reconhecimento também vem através de mimos da Jequiti, da Risqué, da Kiko Milano. Tantos, que ela nem investe muito em esmalte. E quando vê um cartaz que a modelo está com a sua unha, “vou lá olhar pra ver se tem algum defeitinho”, fala sorrindo.

Recadinho

Se topar com a alegria ou as unhas de Dulce por aí, aprenderá uma de suas lições. E, seguir os seus conselhos parece um belo caminho para a felicidade. “Ser feliz todo dia. Não acordamos bem todo dia, mas precisamos encontrar todo dia o que nos faz bem, o que nos traz boas energias”, afirma ela. E para a manicure, o importante é um cafezinho, além de buscar sempre fazer o bem. Além, de pensar positivo, sonhar grande, e acreditar. “Todos somos competentes, todos podemos. Basta fé e coragem”. O que não faltou para Dulce enfrentar São Paulo.

Tribuna do Oeste é o jornal dos municípios, ele circula todas as quintas-feiras em Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa, Mercedes, Entre Rios do Oeste, Pato Bragado e Quatro Pontes. Informações e assinaturas: 3254-7886 ou 99974-3988.

Com informações de Jornal Tribuna do Oeste


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp