COTIDIANO

Ciclone pode fazer nevar no Brasil até o fim da semana

Neve poderá ser vista em cidades acima de 1000 metros de altitude no Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Geral
Clima | 09/08/2018 11h22

As condições para nevar estão associadas a presença de um ciclone extratropical entre a costa da Região Sul e do Uruguai e a forte massa de ar frio de origem polar que está chegando ao Brasil (Foto: Mycchel Legnaghi/ São Joaquim Online )

Cidades com até 1000 metros de altitude, nas serras entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, serão contempladas com flocos de neves, pois há condições para outras precipitações de inverno como chuva congelada e chuva congelante. Segundo o Clima Tempo, a neve deve cair na noite de quinta e madrugada de sexta-feira (10).

As condições para nevar estão associadas à presença de um ciclone extratropical entre a costa da Região Sul e do Uruguai e a forte massa de ar frio de origem polar que está chegando ao Brasil.

Além da baixa temperatura, a presença de um ciclone extratropical é uma das condições básicas para a ocorrência de neve sobre o Sul do Brasil.

O frio intenso vem com uma forte massa de ar polar que avança sobre o centro-sul do Brasil e vai fazer a semana terminar congelante no Sul do Brasil. O ar úmido necessário para formar as nuvens que poderão conter os cristais de gelo vem com os ventos de um ciclone extratropical que passa entre o litoral do Rio Grande do Sul e do Uruguai.

O vento forte gerado por este ciclone extratropical deixa o mar muito agitado nos próximos dias no litoral gaúcho e catarinense.

Se nevar entre esta quinta e a sexta-feira (10) de agosto, será o quarto evento de precipitação de inverno sobre o Sul do Brasil este ano. Nevou no sul do Rio Grande do Sul em 4 de julho.

Nevar em agosto não é comum, mas já ocorreu e não faz muito tempo. Em agosto de 2016 tivemos condições para neve. Em 2013 ocorreram vários eventos no Sul do Brasil e até no fim de agosto, o que é mais raro ainda.

Com informações de CATVE


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp