COTIDIANO

Parceria garante continuidade do Proerd em Quatro Pontes

As aulas começam no dia 22, sendo que o encerramento com formatura ocorrerá no mês de novembro

Quatro Pontes
EDUCAÇÃO | 09/08/2018 15h11

Reunião ocorreu no gabinete do prefeito João Laufer (Foto: Vanderleia Kochepka )

Com a intenção de ensinar as crianças sobre os cuidados com as drogas e a violência, Quatro Pontes está entre os municípios da microrregião que continuará no caminho da prevenção por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) neste segundo semestre. A parceria foi retomada na quarta-feira (08) durante reunião entre autoridades municipais, direção escolar, o subcomandante do Pelotão da Patrulha Escolar da Polícia Militar de Toledo, subtenente Santos, e o soldado Pujol, instrutor do programa, no gabinete do prefeito João Laufer.

O Proerd somente retornará neste segundo semestre porque no primeiro os alunos do 5º ano, matutino e vespertino, da Escola Municipal Dona Leopoldina participaram do projeto “Justiça e Cidadania”. Neste ano, 50 educandos serão atendidos pelo Proerd, que realizará atividades através de material didático, com o livro do estudante “Caindo na real”.

A secretária de Educação, Cultura e Esportes, Araceli Tauchert, explica que o projeto “Justiça e Cidadania” é de iniciativa do Fórum Eleitoral e muito se trabalhou acerca do tema. “Concluímos as atividades com sucesso. Assim, na quarta-feira (15) acontecerá a cerimônia para entrega da premiação, com apresentação do coral infantil de Quatro Pontes, na Faculdade de Ensino Superior de Marechal Cândido Rondon - Isepe Rondon”, diz, enaltecendo: “A partir de uma redação, seis alunos foram selecionados e um deles será premiado na solenidade. Para mais, todos os demais alunos receberão o certificado de participação no projeto”.

Quanto ao Proerd, afirma Araceli, no dia 20 haverá uma reunião com os pais, às 19h30, na Casa da Cultura. “Todos estão convocados a participar. É muito importante explicar sobre as drogas e a violência às crianças, pois elas precisam estar cientes de que isso prejudica a vida. A melhor abordagem é através do Proerd. Priorizamos estes programas para que os alunos estejam preparados para enfrentar certas situações fora da escola”, expõe.

As aulas começam no dia 22, sendo que o encerramento com formatura ocorrerá no mês de novembro.

Proerd

O Proerd é uma iniciativa da Polícia Militar do Paraná e do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, que integra as ações das políticas públicas que o Estado do Paraná mantém para melhorar a segurança pública, a educação e a saúde, a partir da prevenção ao uso e tráfico de drogas. A ideia é evitar que crianças e pré-adolescentes comprometam o seu futuro e ingressem num círculo vicioso de decadência de valores e violência.

Mantido pela Secretaria da Segurança, através da Polícia Militar, o Proerd ensina os alunos a não se envolverem com drogas e outras situações de violência. Os pais também são gradativamente integrados às lições do programa. As aulas são ministradas por PMs fardados durante um semestre letivo. De acordo com o currículo do programa, as aulas permitem que o aluno compreenda os efeitos das drogas no organismo, consequências de seu uso, as diferentes maneiras de resistir às pressões e a toda e qualquer forma de violência.

Todos os tópicos são ministrados por policiais militares que se tornaram educadores sociais. Estes profissionais são previamente capacitados para o programa e estão em condições de atender aos alunos desta faixa etária. No fim de cada semestre letivo são entregues diplomas aos alunos participantes em uma solenidade de formatura.

Realidade local

O Proerd é baseado originalmente no Programa Americano denominado Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E). Em cada país onde é implantado sofre alterações para adaptação à realidade local. Atualmente, o Proerd está presente em 58 países e já atingiu nos cinco continentes aproximadamente 40 milhões de crianças. O programa é pautado pela atividade educativa de prevenção primária ao uso de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas.

As aulas do Proerd têm o objetivo de fazer com que os alunos possam adquirir as habilidades e conhecimentos para reconhecer e resistir à pressão dos companheiros ou grupos quando do oferecimento de álcool, cigarros ou outras drogas; desenvolver a autoestima; aprender técnicas de como ser seguro; encontrar maneiras de dizer não às drogas; aprender alternativas positivas ao uso de drogas; aprender a lidar com o estresse e resolver conflitos; resistir ao envolvimento com gangues; auxiliar positivamente na redução da violência; conhecer as consequências dos atos de vandalismo e violência; aprender a tomar decisões; construir habilidades de comunicação; e adquirir noções de cidadania.  

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp