POLÍTICA

Bolsonaro comemora resultado expressivo e fala sobre paz às mulheres e mães

Jair Bolsonaro faz críticas ao PT e pede apoio para o segundo turno

Geral
Cargo a presidência | 08/10/2018 08h45

Bolsonaro falou que muitas críticas foram feitas por conta das urnas e que o novo presidente já poderia ser conhecido se não houvesse esse processo (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil )

Jair Bolsonaro se pronunciou por meio de vídeo nas redes sociais após o resultado das eleições deste domingo (7). Ele esteva acompanhado do economista Paulo Guedes e da intérprete de libras, Adriana. 

Bolsonaro falou que muitas críticas foram feitas por conta das urnas e que o novo presidente já poderia ser conhecido se não houvesse esse processo. 

Também afirmou que teve a bandeira da verdade acima de tudo e citou a passagem bíblica João 8 -33 como norteadora. 

"Há quatro anos andamos pelo Brasil, pois essa é a atividade do deputado federal. Sempre esteve ao nosso lado o povo, o cidadão, pois a verdade estava acima de tudo, tendo Deus como líder sempre orando e buscando maneiras de melhorar, nós trilhamos até aqui". 

Ele agradece a todos os brasileiros pela confiança. "Nós ganhamos em quatro regiões. Perdemos no nordeste, mas a nossa votação foi muito boa. Tenho certeza que vamos melhor e muito para o segundo turno". 

Bolsonaro também fez severas críticas ao PT. "Fazem um verdadeiro terrorismo em cima desses que pertence a uma das regiões de gente mais humildade do nosso Brasil. Não queremos a volta desse tipo de gente para ocupar o planalto". 

Segundo ele o Brasil teve uma experiência de 13 anos do que o que há de pior na política. "Como herança tivemos aqui um país que viu seus valores familiares desgastados, mergulharam o país na mais profunda crise ética, moral e econômica. Nosso país está à beira de um caos e não podemos dar mais um passo à esquerda". 

O candidato afirma que é possível resgatar o parlamento com trabalho e pensa no futuro do povo do País. "Nenhuma país tem o que temos, riquezas mineiras, biodiversidade, água potável e regiões turísticas. Temos tudo para ser uma grande nação". 

Aproximação com as grandes nações, política externa sem viés ideológico, reforço na segurança, paz às mulheres e mães, também estão entre os compromissos assumidos por ele. 

"Não podemos nos esmorecer, pois o que está em jogo é a nossa liberdade", alerta. "Todos vocês que estiveram comigo neste momento vão ter continuar mobilizados até o dia 28 de outubro", acrescenta. 

Com informações de Catve


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp