COTIDIANO

Capital de giro da Caixa tem taxa diferenciada para empresas verdes

Condições abrangem empresas com faturamento bruto anual de até R$ 30 milhões

Geral
sustentabilidade | 09/10/2018 16h05

A CAIXA estipulou, nesta segunda-feira (8), taxa de juros de 0,83% a.m. na linha de capital de giro do banco para “clientes verdes”, empresa que proporcionam o uso sustentável dos recursos naturais. Comparada com a taxa regular da modalidade, a redução é de 0,7 p.p.. Podem contratar com essas condições empresas com faturamento bruto anual de até R$ 30 milhões.

Para o diretor de Produtos de Varejo da CAIXA, Humberto Magalhães, o intuito é contribuir com a sustentabilidade, o meio ambiente e criar iniciativas para fomentar a economia verde. “A CAIXA é conhecida no mercado por oferecer aos seus clientes as melhores taxas de juros e condições de pagamento, com linhas de crédito adequadas a empresas de todos os tamanhos, viabilizando projetos que ajudam nossos clientes na realização de investimentos e contribuem para uma melhor gestão do fluxo de caixa”, comenta.

Para selecionar os clientes que podem contratar com a taxa diferenciada, a CAIXA considera estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que identificou empresas de economia verde em diversos ramos de atividades na indústria, no comércio e na prestação de serviços.

No site da CAIXA, é possível pesquisar se a empresa está enquadrada no ramo de atividade correspondente ao “cliente verde”. No portal, o interessado pesquisa pela linha de Crédito GIROCAIXA – Recursos PIS - Cliente Verde, onde está disponível a relação de ramos de atividades. A taxa especial está disponível inclusive para novos clientes.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp