COTIDIANO

Quatro Pontes tem 1º Dia de Campo da Bovinocultura leiteira

O evento é gratuito e acontecerá das 08h30 às 16 horas

Quatro Pontes
produção | 10/10/2018 08h21

(Foto: Divulgação )

Tendo como palco a Granja Recanto Leiteiro, situada na Linha São José, 1º Dia de Campo da Bovinocultura Leiteira será realizado nesta quarta-feira (10) em Quatro Pontes. A iniciativa é da Leite Líder, com o apoio da prefeitura, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O evento é gratuito e acontecerá das 08h30 às 16 horas. A programação inicia com o credenciamento e café da manhã. Após, às 09h30, ocorrerá à abertura e às 09h45 terá a palestra “Nutrição e novas tecnologias”, com a Nuvileite Premium Ez, Easytox MTX, Solano Alex Oldoni e Stephen Anthony Janzen. Depois, às 10h30, será proferida a palestra “Parasitas, mamites e orgânica”, com o supervisor técnico comercial orgânica homeopatia, Ismael R. Golin. Já às 11h15, o médico veterinário Nilson ministrará outra palestra, intitulada “Biogenesis Bago”. Ao meio-dia será servido almoço à base de costela ao fogo de chão.

À tarde, a programação segue nas estações. Às 13h30, o tema “Relação entre boas práticas em manejo e ordenha com saúde do úbere” será exposto pelo coordenador técnico e comercial da Kersiah/Hypred, Charles Tigrinho. Na estação planejamento genético, o médico veterinário da Alta Genetics, Angelo Roberti Neto, falará sobre o assunto. E na estação inoculização de silagem, a temática será abordada por Paulo Tanaka. O sorteio e o encerramento estão marcados para as 15h45.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Pedro Becker, enfatiza que produtores de Quatro Pontes e outras cidades estão convidados a participar. “As inscrições podem ser feitas no local do evento ou pelos telefones (45) 99838-0506 e (44) 99967-1310, também via whatsapp. Serão apresentadas várias novidades em termos de tecnologia, salientando a produção de leite, algo que o produtor tem ido à busca. Sabemos que os custos estão cada dia mais altos e as margens menores e por isso é preciso melhorar a produtividade através da sanidade e dieta do animal”, explica.  

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp