COTIDIANO

Tornado com ventos de até 120 km/hora causa destruição em Itaperuçu

Dados foram confirmados pelo Simepar nesta manhã de terça-feira (4), após o envio de uma equipe até o local, para verificação dos danos

Paraná
temporal | 04/12/2018 14h50

O vendaval de sexta-feira praticamente destruiu pelo menos 200 residências e afetou outras 400 (Foto: Reprodução )

A destruição de cerca de 200 casas na região central de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, foi causada por um tornado. Classificado com o F1, com rajadas de ventos de até 120 km/h, o fenômeno registrado na última sexta-feira (30) afetou ainda outras 400 casas. Os dados foram confirmados pelo Simepar nesta manhã de terça-feira (4), após o envio de uma equipe até o local, para verificação in loco sobre os estragos e possíveis rastros deixado por esta tempestade, não somente no local de maior destruição mas também nas proximidades.

De acordo com o relatório do Simepar, o radar meteorológico de Teixeira Soares não conseguiu detectar os sinais típicos de tornado (muito pela distância entre o equipamento e a cidade de Itaperuçu – perto de 100 km), e sim o avanço de uma linha de instabilidade pela região. Contudo, com base nas imagens, vídeos e também nos relatos dos moradores do local mais fortemente atingido, o Simepar concluiu classificar a tempestade com um tornado F1, com ventos de até 120,0 km/h.

Nesta segunda-feira (3), três dias depois do vendaval que atingiu fortemente Itaperuçu, o cenário na cidade ainda era de grande destruição. Máquinas da Prefeitura recolhiam os entulhos das casas atingidas e a assistência social atende as famílias.

O vendaval de sexta-feira praticamente destruiu pelo menos 200 residências e afetou outras 400. A chuvarada, poucas vezes vista no município, afetou ainda quase 2 mil pessoas — Itaperuçu tem população de pouco mais de 27 mil habitantes — e ainda deixou como saldo a morte de dois jovens.

Com informações de Bem Paraná


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp