COTIDIANO

Primeira Prova Paraná será aplicada nesta quarta em todo Estado

Alunos de todos os 2.143 colégios estaduais farão o teste, que também será aplicado em escolas da rede municipal de 397 municípios

Paraná
educação | 12/03/2019 14h47

Primeira Prova Paraná será aplicada amanhã (Foto: AEN )

A primeira Prova Paraná, iniciativa inédita da Secretaria de Estado da Educação, será aplicada nessa quarta-feira (13) para mais de 600 mil alunos da rede pública de ensino. As questões serão respondidas por estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental das redes estadual e municipal de ensino, dentro do acordo de cooperação com 397 municípios, do 6º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 1º e 3º anos do Ensino Médio da rede estadual.

Com os resultados, os Núcleos Regionais de Educação terão um diagnóstico preciso das dificuldades de aprendizagem dos alunos. Com foco nos resultados, as equipes poderão elaborar Planos de Ação voltados à melhoria da aprendizagem em apoio às escolas.

“Nosso grande objetivo é que a Prova Paraná ofereça subsídios para que os professores possam saber com mais precisão como seus alunos estão aprendendo e que as escolas utilizem os resultados obtidos para ajudar os educadores”, explicou o secretário da Educação, Renato Feder.

Ele destaca que a Prova Paraná é uma ferramenta para as escolas, para os educadores e para os alunos. “Meu maior desejo é que a gente consiga ajudar os profissionais da Educação a conhecer e entender melhor o aprendizado de seus alunos”, disse.

Toda a estrutura necessária para a aplicação da Prova Paraná é fornecida pela secretaria, desde os cadernos de prova até o aplicativo para a correção digital e instantânea. Os gestores também receberão os relatórios gerados pelo aplicativo por e-mail, facilitando a análise posterior dos resultados. As equipes escolares poderão ainda acessar uma plataforma desenvolvida pela Secretaria da Educação (www.provaparana.pr.gov.br/).

Tecnologia para educação

Um dos grandes diferenciais da Prova Paraná é a tecnologia de ponta agregada ao processo pedagógico. Após a aplicação da prova, os gestores escolares poderão garantir a correção em tempo recorde por meio de um aplicativo de celular – o Mira Aula.

Para a correção, basta capturar a imagem do cartão-resposta de cada aluno com o aplicativo, sem necessidade de acesso à internet, e os resultados das provas são registrados. Esse recurso possibilitará que a correção das provas de cada turma seja concluída em cerca de 10 minutos.

Como baixar

O aplicativo Mira Aula foi desenvolvido gratuitamente pela startup Mira Educação e já foi utilizado para correção de avaliações de 480 mil alunos de escolas públicas do Brasil. A ferramenta não demanda acesso à internet via wi-fi ou 3G para o funcionamento em sala de aula, e também não há consumo do pacote de dados dos professores. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

Além da correção instantânea da prova, o Mira Aula garante a obtenção de relatórios com resultados para professores, gestores escolares e Secretaria da Educação.

Para baixar, basta acessar a Google PlayStore e baixar direto no seu celular.

Como vai ser

Os cadernos de prova já foram impressos e distribuídos pela Secretaria de Estado para todas as escolas. A prova terá 40 questões. São 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática.

A secretaria orienta que as escolas apliquem a prova no turno no qual os estudantes estão matriculados. A duração do teste é de duas horas, prazo que pode ser estendido em até uma hora para alunos com necessidades especiais.

Com informações de Agência Estadual de Notícia


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp