POLÍTICA

Denúncia do Ministério Público atinge dois vereadores rondonenses

Ação Civil Pública que atinge os vereadores Ronaldo Pohl (PSD) e Adriano Cottica (PP)

Mal. Cândido Rondon
legislativo | 15/04/2019 21h23

O conturbado cenário político de Marechal Cândido Rondon tem mais um capítulo. O Ministério Público propôs uma Ação Civil Pública que atinge os vereadores Ronaldo Pohl (PSD) e Adriano Cottica (PP), além do ex-secretário de Viação e Obras, Adelar Antônio Urnau.

A ação visa apurar supostas irregularidades no superfaturamento de licitações e exigência de propina por parte dos envolvidos, na época em que eram secretários municipais de Agricultura e Viação e Obras, no governo passado.

Conforme a denúncia do Ministério Público, baseada em depoimentos, a vantagem indevida era paga em porcentagem que variava entre 30% e 40% sobre os pagamentos recebidos pelos serviços prestados ao município.

Os envolvidos têm o prazo de 15 dias para apresentar documentos e justificações.

Com informações de Blog do Jadir


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp