POLÍTICA

Câmara de Marechal Rondon pede a abertura de duas CPIs

Os requerimentos pedem a CPI dos Comissionados e a CPI das Pedras

Mal. Cândido Rondon
legislativo | 15/04/2019 21h32

A crise política que atinge o município de Marechal Cândido Rondon agora parece voltar sua mira para o Poder Executivo, especificamente no prefeito Marcio Rauber. Na sessão da Câmara desta segunda-feira (15) foram apresentados requerimentos solicitando a abertura de duas CPIs – Comissão Parlamentar de Inquérito: a CPI dos Comissionados e a CPI das Pedras.

CPI dos Comissionados

A CPI dos Comissionados tem o objetivo é apurar a possível compra de apoio político por parte do prefeito Marcio Rauber, oferecendo em troca a possibilidade de vereadores indicarem pessoas para ocuparem cargos de provimento em comissão na prefeitura.

O pedido leva em consideração os recentes casos envolvendo os vereadores Adelar Neumann (DEM) e Dorivaldo Kist, o Neco (MDB), que inclusive estão sendo alvos de processos disciplinares na própria câmara.

O pedido vem acompanhado de áudios envolvendo o ex-secretário municipal Walmor Mergener, um referente o processo criminal instaurado contra o vereador Adelar e outro gravado por uma servidora no ato de sua exoneração.

CPI das Pedras

A outra CPI é denominada de CPI das Pedras, que visa investigar o Poder Executivo sobre a execução de obras de pavimentação poliédrica da prefeitura utilizando-se de pessoa jurídica que, em tese, pertence ou é representada pelo Vereador Nilson Erno Hachmann, mas, que conforme denúncia, estaria em nome de outra pessoa. O vereador Nilson já é alvo de processo disciplinar sobre o mesmo caso no Conselho de Ética da Câmara.

O objetivo é identificar se houve tráfego de informações e de influência política nos processos licitatórios que beneficiaram a referida empresa.

As duas CPIs tem prazo de 60 dias a partir da sua instauração.

Com informações de Blog do Jadir


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp