POLÍTICA

Câmara de Vereadores rondonense emite nota sobre operação do GAECO

Um vereador rondonense teve prisão preventiva decretada

Mal. Cândido Rondon
Operaçaõ pula-pula | 15/05/2019 11h04

(Foto: Cristine Kempp/AquiAgora.net )

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon acaba de emitir uma nota referente à Operação do GAECO realizada na manhã desta quarta-feira (15) que resultou na prisão preventiva de um vereador rondonense.

Confira a nota na íntegra:

NOTA À IMPRENSA

Referente à operação do GAECO nesta quarta-feira (15), que resultou na prisão preventiva do vereador Nilson Hachmann e de outras quatro pessoas, além do cumprimento de mandados de busca e apreensão, inclusive na Prefeitura e na sede do Poder Legislativo, a Câmara de Vereadores informa que:

- A operação no Poder Legislativo foi específica em relação ao vereador preso;

- Os contratos suspeitos de irregularidades foram firmados entre empresas e a Prefeitura. Nenhuma licitação ou contrato envolvendo a Câmara de Vereadores está sob suspeita dos investigadores;

- As buscas no Poder Legislativo restringiram-se exclusivamente à mesa e ao arquivo particular do vereador;

- Não houve buscas na contabilidade, nem na secretaria ou qualquer outro gabinete ou dependência da Câmara de Vereadores.

A Câmara está à disposição de qualquer esclarecimento às autoridades e reafirma a lisura de todos os atos administrativos da atual direção da Casa de Leis.

 

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp