POLÍTICA

Comissões da Câmara de Marechal Rondon iniciam oitivas do caso Neco e da CPI das Pedras

Mal. Cândido Rondon
investigação | 06/06/2019 13h47

Poder Legislativo tem duas CPIs e três comissões processantes em andamento (Foto: Cristiano Viteck )

Com duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e mais três comissões processantes em andamento, na próxima semana a Câmara de Marechal Cândido Rondon começa a realizar as instruções para colher depoimentos das partes arroladas nos processos. Até agora, duas oitivas estão agendas.

Na próxima terça-feira (11), a partir das 8h30, acontece a instrução da comissão processante do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, que apura supostas irregularidades que teriam sido cometidas por Dorivaldo Kist (Neco). Oito pessoas serão ouvidas pela comissão processante, formada pelos vereadores Josoé Pedralli (presidente), Adriano Cottica (relator) e Vanderlei Sauer (membro).

O vereador Neco é suspeito de exigir o repasse de metade do salário de uma servidora comissionada, que teria sido indicada por ele para atuar na Prefeitura.

Já no dia 18 de junho, também a partir das 8h30, serão ouvidas as primeiras 14 pessoas intimadas pela CPI das Pedras.

Ela investiga a execução de obras de pavimentação poliédrica pela Prefeitura desde janeiro de 2017 até 2019, utilizando-se de empresa que, em tese, pertence ou é representada pelo vereador Nilson Hachmann, o que é proibido por leis federal e municipal. Por decisão judicial, Nilson foi afastado do cargo de vereador até a conclusão de outro processo, envolvendo os mesmos fatos, que tramita no Poder Judiciário.

A CPI pretende identificar se houve ou não tráfego de informações e de influência política, bem como, favorecimento ou vantagem concedida pela Prefeitura à referida empresa.

Nilson não está convocado para as oitivas do dia 18. A CPI pretende intimá-lo no final, após terem sido ouvidas todas as pessoas já intimidas, e outras que ainda serão convocadas.

A CPI das Pedras é presidida pelo vereador Adriano Backes e tem como relator Arion Nasihgil. O vereador Portinho é membro da comissão.

Demais comissões

As demais comissões de investigação em andamento na Câmara de Vereadores ainda não definiram as datas para as oitivas.

A CPI dos Comissionados visa apurar a possível compra de apoio político por parte do prefeito Marcio Rauber em troca da nomeação de cargos comissionados, em tese indicados por vereadores. A CPI aguarda o recebimento de documentos solicitados à Prefeitura, Tribunal de Contas do Estado e ao Poder Judiciário, para então fazer as intimações para as instruções.

A comissão processante contra Adelar Neumann apura a denúncia de que o vereador estaria cobrando parte de salário de servidor comissionado, indicado por ele para trabalhar na Prefeitura.

A comissão processante contra Nilson Hachmann tem por objetivo também apurar, no âmbito do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, fatos que embasam a CPI das Pedras.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp