POLICIAL

Morador encontra bebê abandonado em rua de Curitiba

Menino tem aproximadamente um ano e meio e foi encontrado usando apenas fralda, blusa e meias

Paraná
crueldade | 26/06/2019 08h57

Bebê é encontrado abandonado no bairro Fazendinha (Foto: Divulgação/Polícia Militar )

Um morador encontrou um bebê abandonado, por volta das 5h30 desta terça-feira (25), em uma rua no bairro Fazendinha, em Curitiba. De acordo com a Polícia Militar (PM), o bebê é um menino e tem aproximadamente um ano e meio.

A criança, conforme a PM, usava apenas fralda, blusa e meias. Uma testemunha que estava em um bar da região disse que viu o momento em que duas pessoas chegaram em um carro, abriram a porta do veículo e deixaram o menino na rua.

Segundo a polícia, a testemunha pegou o bebê e o levou em direção a algumas casas, para verificar se alguém conhecia a família da criança.

Como a testemunha não encontrou ninguém, deixou o menino com funcionários de uma empresa transportadora, na Rua Baldur Magnus Grubba.

No local, de acordo com os policiais, os funcionários cuidaram do bebê e o enrolaram em um lençol, já que a criança estava com as pernas frias.

A PM foi acionada e resgatou o bebê. Conforme a policial Hozia Milena, ela e o colega procuraram acalmar o menino, dar carinho a ele e esquentá-lo.

"Deixamos a criança dentro da viatura com o ar condicionado ligado. Um vizinho também providenciou uma mantinha para a criança. Deu até uma dorzinha no coração. A gente se comove com esse tipo de ocorrência", relatou.

Conforme a PM, o menino não possuía machucados, apenas estava muito assustado.

O bebê foi levado ao Conselho Tutelar da Regional Administrativa do Pinheirinho, no bairro Capão Raso.

Os conselheiros, sob orientação da Justiça da Vara da Infância e da Juventude, encaminharam o menino para um abrigo. Segundo o Conselho, a partir de então, todos os procedimentos em relação ao caso terão supervisão da Justiça.

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) informou que abriu inquérito para investigar o caso.

Com informações de G1 Paraná


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp