COTIDIANO

Consulta ao CPF: Cadastro Positivo já está em vigor

Antes, o próprio consumidor precisava fazer um cadastro para permitir a consulta ao CPF

Paraná
economia | 09/07/2019 15h40

(Foto: Ilustração/Pixabay )

Entrou em vigor nesta terça-feira (9) a nova lei do cadastro positivo. O dispositivo cria um tipo de ‘currículo financeiro‘ dos consumidores. Por meio de consulta ao CPF, o histórico de dívidas e pagamentos poderá ser acessado pelos bancos. Instituições financeiras e empresas também terão acesso para avaliação de financiamentos e créditos.

O cadastro negativo prejudica algumas operações, mas o comprovadamente de bom pagador, teoricamente, garante vantagens ao consumidor que está com as contas em dia. O objetivo da nova regulamentação é oferecer melhores condições a clientes com bom histórico.

Até entrar em vigor, o próprio consumidor precisava fazer um cadastro para permitir a consulta ao CPF. Com a nova legislação, a inclusão é automática. No entanto, é possível pedir a exclusão das informações gratuitamente.

“A educação financeira mostra que o crédito não é e nunca será um vilão, mas sim uma maneira de realizar sonhos, portanto o planejamento financeiro em busca de mais sustentabilidade nas próprias finanças continua sendo essencial, com cadastro positivo ou não”, avalia o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos.

Consulta ao CPF: impactos da nova legislação

Economistas acreditam em um impacto positivo na economia, uma vez que o novo dispositivo pode facilitar o acesso ao dinheiro. Gestoras de crédito também apostam na queda da inadimplência. Como consequência, espera-se uma redução na taxa de juros, mas isso não é uma certeza.

“Ainda é cedo para afirmar se a nova medida irá realmente reduzir as atuais taxas de inadimplência recorde, mas a orientação é que sempre se busque pagar as contas em dia, renegocie as dívidas, tenha os dados sempre atualizados, ou seja, acredito que a nova lei pode fazer com que os consumidores prestem maior atenção ao próprio score e passem a mudar os hábitos em relação a esse tema”, afirma Domingos.

Além disso, outro ponto levado em consideração seria o aumento da competição entre as instituições que oferecem crédito por meio da consulta ao CPF.

Com informações de Paraná Portal


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp