COTIDIANO

Professores e funcionários da Unioeste estão em greve desde quinta-feira

A greve se estende a Marechal Rondon, Toledo, Foz do Iguaçu, Cascavel e Francisco Beltrão

Mal. Cândido Rondon, Paraná
Paralisação | 12/07/2019 11h23

Professores e funcionários administrativos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná entraram em greve por tempo indeterminado na quinta-feira (11).

As duas categorias decidiram em assembleia se juntar aos servidores estaduais que estão paralisados desde o dia 25 de junho.

O grupo é contra a Lei Geral das Universidades e o bloqueio de recursos para a educação e pedem a realização de concursos públicos e contratação dos aprovados e a aprovação da data-base.

Segundo o sindicato que representa os servidores da Unioeste, a greve não vai atingir os atendimentos no Hospital Universitário.

Nas clínicas veterinárias, no entanto, serão mantidos apenas os atendimentos agendados.

Além de Cascavel, a greve se estende a Foz do Iguaçu, Toledo, Marechal Cândido Rondon e Francisco Beltrão.

Com informações de Difusora


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp