Terça-feira, 30 de Setembro de 2014
TODAS AS NOTÍCIAS
Mal. Cândido Rondon

Na cadeia 11/08/2010 07h48

Via O Presente

"Chacrinha" confessa ter matado "Bugrão" em Marechal Rondon

Existem evidências incontestáveis de sua participação no crime

Descricao da Imagem

Andre Luiz Koch, assumiu o homicídio contra o Bugrão. Foto: Divulgação

  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente
André Luiz Koch, o Chacrinha, de 19 anos, confessou, na segunda-feira (09), com a presença de seu advogado, ter matado Juselino da Maia, popular Bugrão da Vila Gaúcha, 35 anos.

"Ele confessou porque sabe que existem evidências incontestáveis de que tem participação no crime, como manchas de sangue em sua casa", acredita o delegado Ary Nunes Pereira, da Polícia Civil de Marechal Rondon. De acordo com o escrivão Ilmar Albba, Chacrinha, que ao ser preso no dia 28 de julho, logo após o corpo de Bugrão ter sido encontrado, negou ter cometido o crime, mudou totalmente sua história.

Chacrinha contou que, por volta das 06h30 do último dia 20, Bugrão foi até sua casa, na Travessa Estrela, Condomínio Arco Iris, na Vila Gaúcha, "chapado" e nervoso. Os dois discutiram, começaram a brigar e então Chacrinha desferiu dois golpes de faca no pescoço de Bugrão. A vítima foi morta na sala da casa. Após, Chacrinha disse que pegou o veículo Prêmio de um amigo, morador no centro da cidade, não informando ao proprietário como realmente o carro seria usado. Ele então colocou o corpo de Bugrão no porta-malas do carro e o levou até a mata na Linha Periquito, no interior de Marechal Rondon, onde o desovou. Depois, Chacrinha diz que limpou o carro e a casa e devolveu o veículo. Ele alegou que fez tudo sozinho, sem testemunhas, haja vista que sua namorada estava na casa dos pais. A faca usada no crime foi jogada por Chacrinha num rio.

Mais envolvidos

A polícia acredita na participação de Chacrinha no crime, mas dúvida que ele tenha feito tudo sozinho. As investigações apontam, antes mesmo do corpo ter sido encontrado, que quatro pessoas teriam tido participação no crime. Segundo investigação, três pessoas, entre elas Chacrinha, teriam atraído Bugrão para a casa na travessa Estrela. Na casa, ele teria sido dominado e morto.

Na sequencia, o condutor do Premio teria ido ao local para a remoção do corpo. As quatro pessoas investigadas foram indiciadas pela polícia. O dono do Premio ainda não foi encontrado para dar sua versão, mas o carro está apreendido. Já as outras três pessoas estão detidas. A polícia encontrou, através de perícia, manchas, que seriam de sangue, em pares de tênis de dois dos detidos. No carro também foram encontradas as manchas. Está sendo aguardado laudo do Instituto de Criminalística com o resultado da perícia.

Conhecido

Apesar de ser jovem, Chacrinha é bem conhecido no setor policial. Quando era adolescente o rapaz respondeu por um homicídio e uma tentativa de homicídio. Esse ano testemunhou um homicídio em Marechal Rondon. Maior de idade, Chacrinha foi acusado duas vezes por receptação e por uma tentativa de homicídio, cuja vítima foi o próprio Bugrão. O caso aconteceu na Vila Gaúcha, quando um elemento atirou contra a casa da vítima.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Para comentar é necessário estar logado.
Clique aqui para fazer login

Ao enviar seu recado você concorda com os Termos de Uso deste espaço.

  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente
  • Casa da Sogra
  • Unixerox
  • Sejetel
  • Rondon Placas
  • Princesa auto princesa
  • Hanauer
  • Mimos
  • Café com Pão
  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente
  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente
  • O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente